Palmeiras volta a passar em branco, perde nos pênaltis e termina Mundial de Clubes em 4º lugar

Jogadores do Palmeiras durante a disputa de penalidades  (Karim JAAFAR / AFP
O Palmeiras sai do Mundial de Clubes com sentimento amargo. Nesta quinta-feira (11), a equipe empatou por 0 a 0 o Al Ahly (EGI) e acabou derrotada nos pênaltis, no Estádio Cidade da Educação, em Doha , no Qatar. Com o resultado, o clube tornou-se o primeiro da América do Sul a terminar o torneio da Fifa em quarto lugar. O Alviverde deixa o Oriente Médio sem marcar um gol sequer com bola rolando na competição.
ESCALAÇÃO DIFERENTE
Abel Ferreira escalou o Palmeiras com formação diferente da que perdeu para o Tigres (MEX) na semifinal do torneio. O português colocou Mayke, Felipe Melo, Patrick de Paula e Willian entre os titulares para a partida.
Em um confronto apagado, as duas equipes não saíram do zero e tiveram que decidir a terceira colocação nas penalidades. Nas cobranças, o time do Egito desperdiçou duas, enquanto o Palmeiras perdeu três - com Rony, Luiz Adriano e Felipe Melo - e foi derrotado.
Começo dominante do Al Ahly
Nos minutos iniciais da partida, o time egípcio conseguiu envolver o Palmeiras no seu toque de bola e dominar o time brasileiro, que errava muitos passes.
No primeiro escanteio da partida, aos oito minutos da primeira etapa, Kafsha mandou para o meio da bagunça, Al Sulaya ganhou de todo mundo pelo alto, tocou de cabeça e a bola foi por cima do gol.
Aos 11 minutos, Raphael Veiga bateu escanteio pela direita, Bwalya afastou de cabeça e a bola sobrou na entrada da área, para que, sem deixar ela pingar, Rony mandasse uma bicicleta de longe e El Shenawy defendesse.
Palmeiras desligado 
O Al Ahly demonstrou estar mais ligado e atento do que o Palmeiras no decorrer da etapa inicial. Os comandados de Abel Ferreira pecaram em alguns lances e deram aos egípcios oportunidades de saírem na frente. 
Aos 26 minutos, Felipe Melo deu mole e foi desarmado por Bwalya no campo de defesa. A bola sobrou para Al Sulaya, que entrou na área e bateu cruzado. A bola saiu com perigo pelo lado direito do gol palmeirense.
Após esse lance, aos 27 minutos, o goleiro Weverton recebeu o primeiro cartão amarelo da partida, após reclamação com o árbitro.
Palmeiras tenta se restabelecer
Após os 30 minutos de bola rolando, o Verdão tentou restabelecer o equilíbrio do duelo e atacou mais. Aos 33 minutos, Raphael Veiga bateu escanteio pela esquerda, a bola rebateu dentro da área e sobrou no meio com Rony. O atacante soltou uma bomba e a bola saiu raspando o travessão adversário.
Aos 39, Viña arrancou pela esquerda com liberdade e cruzou para Rony, que aparecia da área. O atacante alviverde desviou de cabeça, mas o goleiro El Shenawy se esticou e conseguiu fazer a defesa.
Palmeiras volta do intervalo mais acordado
O Alviverde voltou mais ligado para disputar o segundo tempo. Nos 10 minutos iniciais, a equipe de Abel Ferreira conseguiu impor seu ritmo de jogo e forçar o erro do adversário. 
Aos sete minutos, Rony mandou na direita para Mayke, o lateral deixou o marcador no chão e cruzou. O volante Patrick de Paula subiu no meio da marcação e tocou de cabeça pra fora.
Susto do Al Ahly
Aos 22 minutos, Hany cruzou para Fathy, que finalizou de volêio. Weverton fez milagre e defendeu, mas no rebote, Ajay mandou para o fundo da rede. A arbitragem marcou impedimento na jogada e anulou o gol.
Jogo volta a esfriar e termina empatado
Aos 35 minutos, ainda tentando marcar, Patrick de Paula recebe na entrada da área, tenta resolver sozinho, bate cruzado e a bola vai pela linha de fundo!
Nos minutos finais, mesmo fazendo três alterações na equipe, o técnico Abel Ferreira viu um time apagado, que não conseguiu sair do zero e teve que disputar as penalidades.
Penalidades máximas
O Al Ahly abriu as cobranças com um gol de Banoun. Rony desperdiçou a primeira cobrança do lado brasileiro, mas depois, Weverton defendeu o pênalti de Soleya. Na segunda cobrança alviverde, Luiz Adriano mandou pra fora. Depois, Mohsen mandou na trave. Gustavo Scarpa converte e iguala o placar. Hany colocou o time do Egito na frente de novo, mas Gustavo Gómez deixou tudo igual novamente. Ajayi deixou o dele e, após defender o pênalti de Felipe Melo, o Al Ahly garantiu o terceiro lugar do Mundial de Clubes.
Agora, o Palmeiras volta para o Brasil para finalizar a temporada de 2020. No próximo domingo (14), o Verdão enfrenta o Fortaleza, em casa, às 18h15, pela 36ª rodada do Brasileirão. Restam cinco partidas para o time de Abel Ferreira terminar o Campeonato Brasileiro e os dois jogos da final da Copa do Brasil, contra o Grêmio, que serão disputados nos dias 28 de fevereiro e 7 de março.
FICHA TÉCNICA
AL AHLY 0 (3) X (2) 0 PALMEIRAS
Data: 11 de Fevereiro de 2021
Horário: 12h (de Brasília)
Local: Estádio Cidade da Educação, em Doha, no Qatar
Árbitro: Maguette Ndiaye (Senegal)
Assistentes: Djibril Camara e El Hadji Samba (Ambos de Senegal)
VAR: Drew Fischer (Canadá) e Redouane Jiyed (Marrocos)
CARTÕES AMARELOS -  Palmeiras: Weverton (27'/1ºT), Willian (47'/1ºT), Patrick de Paula (23'/2ºT)
PÊNALTIS - Banoun (1-0), Rony (1-0), Soleya (1-0), Luiz Adriano (1-0), Mohsen (1-0), Gustavo Scarpa (1-1), Hany (2-1), Gustavo Gómez (2-2), Ajayi (3-2) e Felipe Melo (3-2).
AL AHLY-EGI: El Shenawy; Hany, Benoun, Ayman e Yasser; El Soulia, Hamdy e Kafsha (Sherif 13'/2ºT); Akram (Mohsen 30'/2ºT), Bwalya (Ajayi 13'/2ºT) e Taher (Dieng 32'/2ºT). Técnico: Pitso Mosimane.
PALMEIRAS: Weverton; Mayke, Gustavo Gómez, Luan, Viña; Felipe Melo, Patrick de Paula (Danilo 35'/2ºT) e Raphael Veiga (Gustavo Scarpa 35'/2ºT); Wilian (Gabriel Menino 35'/2ºT) , Rony e Luiz Adriano. Técnico: Abel Ferreira.

LANCE!
Por Pedro Moura
Sob supervisão de Valdomiro Neto
Share on Google Plus

Inicio Esporte do Vale

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador