Time paraibano denuncia racismo contra atleta durante final de campeonato em Alagoas; clube alagoano divulga nota

Foto: Divulgação/Confiança EC
O Confiança Esporte Clube, de Sapé-PB, denunciou ataques de racismo contra o jogador Felipe praticadas pelo Esporte Clube Cruzeiro, de Arapiraca-AL, durante a final do Sub-17 da Copa Alagoas. De acordo com o Confiança, através de nota publicada nas redes sociais do clube, as ofensas raciais partiram de um membro da comissão técnica do time adversário.
Felipe teria sido chamado por diversas vezes de “macaco” pelo membro do Cruzeiro Alagoano. O Clube Confiança se solidarizou a vítima e reiterou no texto que seu posicionamento é contra toda forma de racismo.
Confira a nota publicada pelo Confiança nas redes sociais:
O Confiança Esporte Clube de Sapé-PB, vem a público repudiar veementemente os ataques com ofensas raciais praticados contra o atleta Felipe durante a final do Sub-17 da Copa Alagoas.
A ofensa veio de um membro da comissão técnica do @cruzeiroalagoano com palavras de "MACACO" ele disparou contra o atleta Felipe da nossa equipe.
O Confiança se solidariza à vítima e reforça sua posição contra toda forma de racismo. Nosso clube luta pela dignidade humana e por uma sociedade igualitária, e nunca deixará de combater ações de violência e crimes de ódio e discriminação.
O Cruzeiro Alagoano respondeu a nota publicada pelo Confiança e afirmou que também repudia qualquer ato de racismo. O time também afirmou que diante da exposição de provas do acorrido pelo Confiança Esporte Clube, irá tomar “todas as medidas cabíveis para combater tal ato”.
Veja a nota do Cruzeiro Alagoano:
A Instituição Esporte Clube Cruzeiro Arapiraca repudia qual quer ato Racista. “Independente das Circunstâncias que Levaram o Ocorrido, Atitudes como esta devem ser Totalmente Repudiadas. Ninguém é Melhor que Ninguém por conta da sua Cor, Crença, Classe Social ou Opção Sexual”.
* Se Promover por Falso Crime De Racismo também é Crime, no qual responde por denunciação caluniosa, Crime tipificado no artigo 339 do Código Penal.
Se a Instituição @confiancaecsape provar que tal ato inaceitável foi iniciado de qualquer membro da Instituição @CruzeiroAlagoano , Estamos disposto a tomar todas medidas cabíveis para combater tal ato.
ESTAMOS JUNTOS NESSA LUTA !

WSCOM
Com Edição
Share on Google Plus

Inicio Joao Filho

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador