Palmeiras goleia time colombiano e avança para as quartas na Copa Libertadores da América

 
Foto: Ascom/Palmeiras
O Palmeiras cumpriu seu papel nesta quarta-feira (2) e confirmou a classificação às quartas de final da Copa Libertadores. A equipe alviverde derrotou o Delfín por 5 a 0, no Allianz Parque, e se colocou sem sustos entre os oito melhores da competição sul-americana.
A vaga já havia sido muito bem encaminhada no Equador, na semana passada, com um triunfo por 3 a 1. Em São Paulo, no jogo de volta, bastou administrar a vantagem, ampliá-la com facilidade e avançar ao confronto com Libertad, do Paraguai, ou Jorge Wilstermann, da Bolívia, que jogam a partir das 21h30.
Patrick de Paula marcou o gol que abriu o placar antes de se lesionar no primeiro tempo. No segundo, Gabriel Veron, duas vezes, Willian e Danilo definiram os números finais da goleada.
Dono da melhor campanha na fase de grupos, o Palmeiras se impôs com bastante tranquilidade sobre o Delfín, que se classificou com o segundo pior desempenho entre os times do mata-mata. Na partida desta quarta, ainda que sem forçar o ritmo, o time alviverde exibiu sua clara superioridade.
Mesmo sem o centroavante Luiz Adriano, com lesão na coxa esquerda, os donos da casa foram logo construindo oportunidades no Allianz Parque. Em dez minutos, os equatorianos já haviam sido ameaçados três vezes.
A rede acabou sendo balançada aos 29 minutos, em jogada com participação de Lucas Lima e Gabriel Veron. Patrick de Paula ficou com a bola a um passo da meia-lua e acertou um chute forte no ângulo esquerdo do goleiro.
O volante, no entanto, sofreu lesão muscular na coxa direita e acabou tendo que ser substituído no intervalo. Gustavo Scarpa, grogue após pancada na cabeça, também precisou deixar o time, ainda no primeiro tempo.
Eles ganharam atenção do departamento médico, porém seus infortúnios não mudaram a história do jogo. No segundo tempo, o Delfín baixou a guarda, e a goleada foi estabelecida.
Aos quatro minutos, Veron recebeu bom lançamento de Danilo e encobriu o goleiro. Aos sete, Willian recebeu sem goleiro de Veron para ampliar. Aos 15, em noite inspirada, O atacante de 18 anos marcou de novo, pegando a bola de pé direito, no alto, após cruzamento de Raphael Veiga.
As chances não pararam de aparecer. Gabriel Silva teve uma ótima de cabeça, mas errou o alvo. Depois, já nos acréscimos, apareceu bem na área e rolou para Danilo fechar o placar que colocou o Palmeiras calmamente nas quartas de final da Libertadores.
PALMEIRAS
Weverton; Gabriel Menino, Luan, Gustavo Gómez e Viña (Mayke); Patrick de Paula (Zé Rafael), Danilo e Lucas Lima (Raphael Veiga); Gustavo Scarpa (Alan Empereur), Gabriel Veron e Willian (Gabriel Silva). Técnico: Abel Ferreira
DELFÍN
Banguera; Luzarraga, Cangá, León e Macías (Rojas); Ortíz, Benítez e Vélez; Gonzáles, Corozo (Meña) e Valencia (Carreño). Técnico: Miguel Ángel Zahzú
Estádio: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Árbitro: Dário Herrera (ARG)
Assistentes: Juan P. Belatti e Cristian Navarro (ambos da ARG)
VAR: Leodán González (URU)
Cartões amarelos: Patrick de Paula (PAL); Rojas (DEL)
Gols: Patrick de Paula, aos 29min do 1º tempo; Gabriel Veron, aos 4min, Willian, aos 7min, Gabriel Veron, aos 15min, Danilo, aos 48min do 2º tempo
 
FOLHA PRESS
Share on Google Plus

Inicio Joao Filho

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador