Jogadora se nega a homenagear Diego Maradona e recebe ameaças de morte

Foto: Reprodução
Ídolo do futebol mundial, Diego Maradona recebeu homenagens em todo o mundo. No entanto, há também aqueles que não concordam tanto em prestar qualquer tipo de aprovação a sua figura, mesmo após a sua morte. Uma jogadora de futebol na Espanha se negou a participar de um ato em respeito a memória do ídolo.
Paula Dapena, de 24 anos, que atua no Viajes Interrías, da Espanha, optou por sentar no gramado durante o minuto de silêncio. no último sábado, antes de um amistoso da sua equipe contra o Deportivo La Coruña.
"As minhas colegas olharam para mim e riram, porque sabiam que não iria segui-las. Há poucos dias lutamos contra a violência de gênero e esses gestos não foram feitos. Não guardaram minuto de silêncio para as vítimas e não estou disposta a fazer para um agressor", declarou, lembrando da acusação de estupro que Maradona enfrentou.
Dapena sofreu uma onda de críticas nas redes sociais e até ameaças de morte. Sobre Diego Maradona, ela afirmou "Para ser jogadora, tenho que ser a primeira pessoa com valores além das habilidades que ele tinha, que sabemos serem qualidades e dons espetaculares no futebol".

POR O DIA
Share on Google Plus

Inicio Esporte do Vale

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador