Campinense volta a trocar de treinador na Série D

 
Foto: Ascom/Campinense Clube
A diretoria do Campinense comunicou na manhã desta segunda-feira (16) a demissão do técnico Hélio Cabral após cinco partidas a frente da equipe. Para a vaga já foi anunciado o nome do técnico Luciano Silva, o sétimo no ano.
Silva possui passagens pelo futebol da Paraíba, treinando e como auxiliar no Treze, além do Serrano. Ele é o sétimo nome anunciado pelo clube, sendo que dois destes sequer treinaram a equipe em uma partida, os casos de Evandro Guimarães e Ruy Scarpino. Quem completa a lista são Oliveira Canindé, Hélio Cabral, Nei Júnior e Givanildo Sales.
O Campinense ocupa a quarta colocação no Grupo A3 com 14 pontos, mesma pontuação do Globo-RN, primeiro time fora do G4. O próximo compromisso é diante Afogados-PE, fora de casa, no sábado (21), às 19 horas.
A relação de Hélio Cabral com a Raposa, em 2020, foi de idas e vindas no comando técnico. Auxiliar-técnico fixo do clube, ele assumiu o posto após problemas no acerto com dois nomes na volta do futebol, em julho, quando treinou a equipe em duas oportunidades no reinício do estadual, mas voltou ao posto de assistente para dar lugar a Nei Júnior.
Mas rapidamente retornou para a beira do gramado, após derrota do rubro-negro no primeiro jogo da final do Campeonato Paraibano. Hélio comandou a Raposa no jogo de volta e quase conquistou o título ao vencer por apenas 1 a 0, insuficiente para reverter o placar da ida.
Para o torneio nacional, mais uma vez a diretoria raposeira optou por outro nome, chamando Givanildo Sales para a função. Mas após apenas uma vitória em sete jogos, mais uma vez Cabral foi convocado para controlar o incêndio.
Na partida contra o Globo-RN, o rubro-negro venceu por 4 a 1, o que fez a FDA Sports desistir de buscar um substituto e efetivá-lo como treinador.
Desde então, a equipe não mostrou evolução e a decisão por sua saída foi tomada após o empate em casa diante do lanterna Guarany de Sobral, faltando apenas dois jogos para o fim da primeira fase da quarta divisão nacional. O Campinense deixou o cargo de auxiliar-técnico permanente à disposição caso Hélio Cabral deseje permanecer no Renatão.
Cabral dirigiu o clube da Bela Vista em 2020 em oito partidas, somando 4 vitórias, 2 empates e 2 derrotas, com 10 gols marcados e 7 sofridos.

Paraíba Online
Share on Google Plus

Inicio Joao Filho

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador