América-MG empata e despacha o Timão da Copa do Brasil 2020

Foto: Ascom/América-MG
Um gol de pênalti muito contestado pelos jogadores do Corinthians decidiu o empate por 1 a 1 da equipe alvinegra com o América-MG, na noite de quarta-feira (4), em Belo Horizonte. O resultado classificou a formação mineira no duelo pelas oitavas de final da Copa do Brasil.
Derrotado por 1 a 0 no jogo de ida, em São Paulo, o time preto e branco saiu na frente também em cobrança de pênalti, batido por Fagner. Depois, já na reta final, após um toque da bola na mão do lateral Lucas Piton, que estava de costas, os donos da casa empataram.
Piton estava de costas para a bola no momento do toque, mas Wagner do Nascimento Magalhães não quis nem ver o lance em vídeo. Rodolfo fez a cobrança, aos 39 minutos do segundo tempo, e pôs o América-MG nas quartas de final. O adversário será definido em sorteio.
O Corinthians não começou a partida como um time em desvantagem em um jogo eliminatório. Não havia senso de urgência nas divididas nem agressividade na busca do gol que deixaria o confronto empatado.
A posse de bola alvinegra era estéril, e o América-MG ficou confortável apostando nos contra-ataques. Todas as jogadas de real perigo até o intervalo foram da equipe de Belo Horizonte, que teve uma ótima chance em cabeceio de Vitão e desperdiçou contragolpes com boa superioridade.
Insatisfeito com o trabalho dos volantes na distribuição da bola, Vagner Mancini fez alterações no intervalo, trocando Xavier e Ederson por Gabriel e Cantillo. Antes, ainda na etapa inicial, fora obrigado a sacar o lesionado Cazares e apostado em Everaldo.
Não mudou da água para o vinho, mas o Corinthians ao menos se estabeleceu no campo de ataque e começou a rondar a área do rival. Davó chegou a levar perigo em cabeceio antes de sofrer pênalti de Anderson Jesus, apontado, com longa demora, após consulta ao vídeo.
Fagner fez a cobrança com firmeza, aos 15 minutos, e deixou o placar agregado do duelo empatado. Pouco mais tarde, após vacilo de Everaldo, Fagner fez praticamente outro gol ao evitar que a rede fosse balançada por Ademir, já com o goleiro Cássio batido no lance.
O duelo, então, ficou aberto. O América-MG passou a atacar mais e teve a chance do gol da classificação no contestado pênalti apitado por Wagner do Nascimento Magalhães. Convertida a cobrança, o Corinthians buscou o ataque e fracassou na busca pela rede.
AMÉRICA-MG
Matheus Cavichioli; Diego Ferreira, Messias, Anderson Jesus e João Paulo; Zé Ricardo, Felipe Azevedo (Marcelo Toscano), Juninho e Ademir (Daniel Borges); Geovane (Alê) e Vitão (Rodolfo) T.: Lisca
CORINTHIANS
Cássio; Fagner, Marllon, Gil e Lucas Piton; Xavier (Gabriel), Ramiro (Luan) e Éderson (Cantillo); Cazares (Everaldo), Mateus Vital e Matheus Davó (Léo Natel). T.: Vagner Mancini
Estádio: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Vagner do Nascimento Magalhães (Fifa/RJ)
Auxiliares: Thiago Henrique Neto Correa Farinha e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ)
VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)
Cartões amarelos: Diego Ferreira (AMG); Xavier, Everaldo, Fagner, Gil (COR)
Gols: Fagner (COR), aos 14min, e Rodolfo (AMG), aos 38min do 2ºT

Folha Press
Share on Google Plus

Inicio Joao Filho

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador