Zagueiro Breno Calixto reclama nas redes sociais de ação da PM do Amazonas em atletas do Treze

Foto: Reprodução
O 'coro comeu' nesta segunda-feira, na Arena da Amazônia, em Manaus (AM), pela sexta rodada da primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série C. Inclusive, a polícia precisou ser acionada para conter os ânimos de Manaus-AM e Treze-PB.
Tudo aconteceu por conta do gol de empate do Gavião do Norte, aos 52 minutos do segundo tempo, marcado por Matheusinho, que fechou o placar em 1 a 1. A questão é que o goleiro Renan pulou para tentar defender e impedir que a bola entrasse.
E o auxiliar da partida não correu para o centro de campo, dando a entender que a pelota não tivesse entrado. Ilbert Estevam da Silva, porém, confirmou. O 'pau', então, 'quebrou', com intensas reclamações paraibanas.
Foi aí que os policiais entraram para tentar aliviar a confusão. No entanto, também mostraram truculência, usando até o gás de pimenta. O zagueiro do Galo da Borborema, Breno Calixto, foi às redes sociais reclamar. O duelo foi encerrado por falta de segurança, o que não foi bem recebido.
"As duas equipes resolveram ficar no campo, pedindo para o árbitro dar sequência ao jogo (pois ainda faltavam alguns minutos para o jogo terminar, haja visto que o árbitro encerrou a partida antes da finalização do tempo acrescido por ele), e ele (o árbitro) não quis mais fazer o jogo. As duas equipes permanecem em campo, 1h30 após a partida, aguardando um retorno dele, mas ele não quer retornar", comentou o gerente executivo trezeano, Almir Dionísio.
CONFIRA O QUE ESCREVEU O ZAGUEIRÃO DO TREZE-PB, BRENO CALIXTO
"O que aconteceu hoje aqui na arena foi inadmissível pelo o lado da arbitragem e pelo o lado da polícia como sempre despreparada nos campos de futebol tanto na torcida como em campo, hoje foi vergonhoso, levamos cacetada e spray de pimenta na cara por reclamar do juiz. Isso é reflexo do nosso Brasil com a polícia despreparada que temos, eles em nenhum momento pediu pro treze afastar já foi soltando o spray de pimenta e soltando o cassetete vergonha vergonha vergonha o que estão fazendo com o Treze. Pior disso tudo o juizão que deu 10 minutos não deu um pênalti claro pra nós no primeiro tempo, e no fim do jogo alegou que encerrou pq o treze não quis jogar. Cara, isso é inadmissível depois do treze ser alvo de covardia da polícia e ainda ser acusado que abandonou, vergonha. Como tem uns idiotas falando que fomos pra cima da polícia, aqui ninguém é menino pra apanhar e ficar quieto, do jeito que são homens somos também e a função deles não é bater e sim apaziguar uma confusão com o juiz, acontece no futebol e nas favelas do nosso país dia a dia. E como sempre tem os idiotas pelo o lado da polícia, até vocês torcedores sofrerem violência da polícia nós estádio, quero vê quando vocês comemorarem um gol no alambrado e levar uma cacetada nas costas, passem pano pra polícia despreparada até sofrerem o mesmo nos estádios. Só sabe quem tava lá dentro e viu que a intenção não foi apartar briga, foi pra agredir mesmo, aí nós temos que apanhar parado é isso que os defensor queriam né? Sou fdp não é chega de opressão da PM tanto em campo como fora como nas favelas ninguém aguenta mais".

Futebol Interior

Share on Google Plus

Inicio Joao Filho

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador