Treinador ironiza arbitragem em derrota do Ceará com expulsões: "incompetência causou danos"

Guto Ferreira, técnico, Ceará — Foto: VozãoTV/Reprodução
O Ceará criou oportunidades contra o Santos, mas não conseguiu transformar as chances em gol. Com isso, saiu da Arena Castelão na noite deste sábado (5), com a amarga derrota por 1 a 0, com gol de Felipe Jonatan no início da partida. Um dos protagonistas do jogo foi o árbitro, Wagner Reway que não teve moderação na hora de distribuir cartões. Samuel Xavier e Bruno Pacheco receberam cartão vermelho durante o segundo tempo. Após o apito final, Leandro Carvalho e Guto Ferreira se juntaram ao grupo dos expulsos.
O comandante do Vovô preferiu não criticar a arbitragem diretamente, mas soltou "questionamentos" e explicou o episódio em que foi penalizado, após conversa com a equipe de arbitragem.
- Não adianta ficar dizendo que foi justo ou não. Justo é quem sai vencedor. Se me perguntar se fizemos um bom jogo, isso sim. Fizemos um bom jogo. Hoje criamos mais chances. Não é fácil criar sete chances claras de gol e perder de 1 a 0. Situações que a equipe se descontrolou na partida com erros visíveis da arbitragem. Tiveram erros absurdos - disparou.
- Erro que jogador chuta a bola, jogador a dois metros e foi falta. Isso mostra também. Digo que a equipe tem que tá sempre equilibrada e confiante. Nosso mental se desequilibrou e faltou isso. As chances foram criadas. Quando mais falarmos da arbitragem vai ser pior, porque a lei protege eles. No final do jogo falei com o bandeira sobre a incompetência dele, mas fui expulso. Não ofendi, não usei palavras de baixo calão, só disse que a incompetência dele causou danos para nossa equipe - completou.
O Ceará vinha embalado com três vitórias seguidas no campeonato, mas sentiu dificuldades para finalizar no duelo contra o clube paulista. As principais chances foram criadas por Vina e Fernando Sobral. Na quinta-feira (10), o Ceará visita o Inter, no Beira-Rio. Será um confronto difícil e o Vovô terá quatro titulares a menos, três deles da zaga.
- Gostaria de poder avaliar a arbitragem, mas o que eu falar pode carregar contra mim. Posso fazer perguntas, como porquê o VAR não foi utilizado na expulsão do Samuel, o que ele interpretou no lance de giro do Sobral. Em sete jogos minha equipe só tinha tido uma punição, hoje saímos com quatro expulsões e mais um jogador penalizado - lamentou Guto.
- Fizemos um jogo que não foi suficiente para vencer, mas não foi um mal jogo. Criamos muitas chances e volume alto. Vamos analisar o que faltou para os próximos jogos. Buscar sair vencedor comemorando e não justificando - projeta.

Por Redação GE
Fortaleza
Share on Google Plus

Inicio Joao Filho

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador