Orlando Soares será candidato no Botafogo-PB e apoiará Sérgio Meira no CD

Foto: TV Torcedor
Após anúncio da oposição, o grupo que comanda o Botafogo-PB também afirmou que vai lançar sua chapa para as eleições do mês que vem. Com o nome de Belo para Todos, a chapa tem como objetivo, caso reeleitos, modernizar e democratizar o clube.
O atual presidente da diretoria executiva, Orlando Soares, que assumiu após a renúncia de Sérgio Meira depois do insucesso em convencer seu grupo a aceitar o acordo com a oposição, irá tentar a sua recondução ao cargo com o atual presidente do Conselho Deliberativo, Luciano Wanderley, como vice.
Um fato curioso fica pela escolha de Sérgio Meira como candidato para a presidência do CD, mesmo após ele ter anunciado que não queria mais desempenhar qualquer função administrativa ou política dentro da Maravilha do Contorno quando entregou seu mandato. O seu vice será Hebert Levi.
De acordo com Soares, seu objetivo é montar uma equipe ainda mais forte nos próximos anos, mas sem deixar de lado outros aspectos importantes, como a necessidade de tornar o Belo mais moderno e sustentável.
– Caso eleito, teremos a missão de entregar um Botafogo-PB mais democrático, abrindo espaço para que novas lideranças surjam. O Belo precisa ser um clube sustentável financeiramente, socialmente e ambientalmente. Outro objetivo nosso é modernizar o clube para aproximá-lo cada vez mais da torcida, em especial o sócio-torcedor – declarou.
Esse será o principal mote da chapa caso vença o pleito em outubro. Com a promessa de uma abertura democrática, o grupo quer promover uma ampla reforma estatutária, com a mudança do sistema eleitoral atual, dando a possibilidade aos sócios-torcedores de participarem das futuras eleições. O Plano de Gestão deverá ser divulgado nos próximos dias.
As eleições para a diretoria executiva do clube são de forma indireta e restrita. Apenas sócios beneméritos, honorários, patrimoniais e contribuintes podem votar para a formação do Conselho Deliberativo na Assembleia Geral. São os recém-empossados conselheiros que votam para eleger o presidente, vice e o Conselho Fiscal para o biênio 2021/2022.
Com a exceção da categoria de sócios contribuintes, que custa o valor de R$ 200 por mês, todas as outras não permitem votar ou ser votado, sendo necessário um processo pouco aberto e exclusivo para conquistar a condição.
Cada chapa tem que inscrever entre 20 a 50 nomes de sócios em pleno gozo dos seus direitos estatutários para concorrer as vagas do CD. O associados aptos a votar no dia 11 de outubro poderão escolher entre as chapas registradas os seus nomes preferidos, até o máximo de 50 escolhas. No dia 25, os conselheiros elegem a diretoria executiva.

Equipe @Vozdatorcida
Share on Google Plus

Inicio Esporte do Vale

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador