CBF isenta clubes do pagamento de taxas de registro e transferências por tempo indeterminado

Sem auxiliar equipes com dinheiro, CBF tenta mecanismos para diminuir gastos dos clubes no período sem bola rolando (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)
Como forma de amenizar prejuízos aos clubes, a CBF anunciou nesta sexta-feira, 3, que todas as equipes do futebol brasileiro estão isentas do pagamento de taxas para registro de novos contratos profissionais e transferência de jogadores. A ideia é gerar uma economia de R$ 1,3 milhão por mês a cada clube.
A medida inclui contratos definitivos, por empréstimo, renovação, prorrogação e até rescisão contratual, bem como transferências. Para que se tenha uma ideia, somente uma transferência do contrato de um atleta de um Estado para o outro pode custar até R$ 1.5 mil, fora os demais encargos.
Não há período determinado para a decisão. Para uma equipe como o Guarany de Sobral, por exemplo, que vai rescindir contratos com a maioria dos atletas, será economizado R$ 150 por rescisão. Times que vão se reforçar para as disputas do Campeonato Brasileiro - ainda sem previsão para iniciar - se beneficiarão ao não ter que pagar por novos contratos gerados, especialmente quando os novos contratados vierem de outros Estados.
A decisão da CBF foi tomada devido às consequências da parada do futebol brasileiro aos clubes por causa da pandemia de coronavírus.

O Povo Online
Share on Google Plus

Inicio Esporte do Vale

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador