Em estreia de Léo Moura, Botafogo-PB vence o Náutico e é 3º no Grupo A da Copa do Nordeste

Hoje foi a estreia de Léo Moura no Belo. Ele chegou a João Pessoa na sexta-feira (31) e foi apresentado oficialmente no sábado (1º), no Estádio Almeidão. (Foto: Reprodução/Redes Sociais Botafogo-PB)
Após tropeços nos primeiros quatro jogos oficiais do Botafogo-PB no ano, o clima era de pressão sobre o treinador Evaristo Piza. A resposta da equipe veio em campo, com uma boa atuação diante do Náutico, que começou melhor na partida e empurrou o Belo para o seu campo de defesa. Mas aos 20 minutos do primeiro tempo Luís Gustavo abriu o placar para os donos da casa. Rodrigo Andrade ampliou, de pênalti, no segundo tempo e Jean Carlos descontou para o Timbu, fechando o placar em 2 a 1. Foi a primeira derrota dos alvirrubros na temporada.
Hoje foi a estreia de Léo Moura no Belo. Ele chegou a João Pessoa na sexta-feira (31) e foi apresentado oficialmente no sábado (1º), no Estádio Almeidão.
MUITA RECLAMAÇÃO
Os jogadores do Náutico não pouparam reclamações contra a arbitragem de Denis da Silva Ribeiro Serafim, que distribuiu muitos cartões amarelos e expulsou o zagueiro Diego Silva, aos 10 do segundo tempo, com um segundo amarelo, logo após o empate alvirrubro, por uma falta sobre o atacante Lohan, do Botafogo. Depois, aos 37 minutos, o árbitro ainda expulsou o lateral-direito Bryan por falta em Kelvin, também com um segundo amarelo.
Ao todo foram distribuídos nove cartões amarelos para os jogadores do Náutico.
No último lance do jogo também teve muita polêmica após um gol anulado pela arbitragem, que seria o empate do Náutico. Jean Carlos cobrou escanteio, a bola bateu em Fred e sobrou para Ronaldo Alves tentar uma bicicleta. Salatiel completou para o gol, mas a arbitragem anulou o tento, o que revoltou a equipe alvirrubra.
PRIMEIRO TEMPO
O time comandado por Gilmar Dal Pozzo foi quem tomou a iniciativa na partida desta tarde e exerceu pressão no campo de defesa do Botafogo-PB. O Timbu quase abriu o placar em duas ocasiões, a primeira depois de boa jogada de Willian Simões pela esquerda, que cruzou na área e a defesa do Belo bateu cabeça antes de afastar a bola. Depois, com Erick recebendo na ponta esquerda e batendo cruzado para o gol. O time de Evaristo Piza, por sua vez, buscava sair para o campo de ataque explorando a velocidade dos seus pontas, Kelvin e Pimentinha. Em uma dessas subidas ao campo de ataque, Kelvin recebeu na entrada da área e bateu colocado, exigindo de Jefferson uma defesaça. Na sequência, aos 20 do primeiro tempo, Rodrigo Andrade cobrou o escanteio e Luis Gustavo mandou para as redes, abrindo o placar no Almeidão. Depois de sofrer o gol, o Alvirrubro sentiu um pouco o baque e só voltou a se reorganizar na parte final da primeira etapa, quando voltou a pressionar o Botafogo, mas não conseguiu empatar.
SEGUNDO TEMPO
No segundo tempo, Pimentinha apareceu de forma mais incisiva no ataque do Botafogo e deixou a defesa do Náutico em apuros. O ponta direita do Belo partiu para cima e entortou Ronaldo Alves antes de tocar para Lohan, que sofreu pênalti. Na cobrança da penalidade Rodrigo Andrade bateu bem e deslocou Jefferson para ampliar. Mas nem deu tempo do time da casa comemorar direito, porque Jean Carlos arriscou de fora da área e venceu Samuel Pires para diminuir a favor do Timbu. Logo após o gol, o árbitro expulsou o zagueiro Diego Silva, do Náutico, com um segundo cartão amarelo, após falta no atacante Lohan. O clima esquentou entre os jogadores alvirrubros e alvinegros, mas quando a bola voltou a rolar, foi o Timbu que teve mais ímpeto para buscar o empate. O Belo voltou à estratégia do primeiro tempo e buscou explorar os contra-ataques em velocidade, puxados por Kelvin e Pimentinha. No fim do jogo um lance para lá de polêmico, pois Jean Carlos cobrou escanteio, a bola bateu em Fred e sobrou para Ronaldo Alves tentar uma bicicleta. Salatiel completou para o gol, mas a arbitragem anulou o tento por falta no goleiro Samuel, o que revoltou a equipe alvirrubra.
COMO FICA A TABELA?
Com a vitória, o Botafogo-PB sobe para a terceira posição do Grupo A da Copa do Nordeste, empatado em pontos com Fortaleza e Sport, todos com cinco pontos. O Belo, porém, fica de olho no clássico BaVi, pois ainda pode ser ultrapassado pelo Tricolor, pelo River-PI e pelo CRB, que entram em campo neste domingo.
Já o Náutico, segue na liderança do Grupo B, com quatro pontos, mas ainda pode ser ultrapassado pelo Confiança e pelo Vitória, que enfrenta o Bahia neste sábado.
PRÓXIMOS COMPROMISSOS
Na próxima quarta-feira, o Botafogo-PB enfrenta o Atlético-BA, pela Copa do Brasil. O Náutico, por sua vez, volta a campo nesta segunda-feira, diante do Afogados da Ingazeira, em partida válida pelo Campeonato Pernambucano.

Click PB
Share on Google Plus

Inicio Esporte do Vale

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador