CBF desiste de virada de mesa e confirma Uniclinic na Copa do Nordeste


Um mês depois de um ensaio de virada de mesa na Copa do Nordeste, com a entrada do Ceará pela 'janela' do torneio, a CBF já comunicou à federação de futebol daquele Estado que o segundo representante cearense na edição 2017 da Copa tem mesmo de ser o Uniclinic, clube que tem direito à vaga por critérios técnicos. A formalização da decisão deve ser anunciada nos próximos dias.
A polêmica poderia suscitar uma profunda investigação do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Tudo começou quando o Uniclinic, atual vice-campeão do Campeonato Cearense, desistiu de disputar a Copa do Nordeste, alegando falta de recursos, embora a competição garanta uma boa quantia para seus integrantes.
Como num dominó,  o terceiro e quarto colocados do Estadual, Guarani de Juazeiro e Guarany de Sobral, respectivamente, também abriram mão do torneio, em documento enviado à CBF e assinado por ambos e pelo Uniclinic. Isso acabou classificando automaticamente o Ceará,  o quinto do campeonato local. Pelo regulamento da Copa do Nordeste, o campeão (Fortaleza) e o segundo do Estadual estariam garantidos na Copa do Nordeste de 2017.
Tanto o clube de Juazeiro quanto o de Sobral afirmaram que abdicaram do direito de disputar a Copa porque teriam sido informados, numa reunião na federação cearense, que não contariam nem sequer com recursos oferecidos pelos organizadores para custear passagens aéreas e hospedagens.
Quando o escândalo veio a público,  o Guarani de Juazeiro voltou atrás e enviou carta à CBF para comunicar que faria parte sim da Copa na eventual ausência do Uniclinic. Seus dirigentes relataram que receberam informações equivocadas sobre aqueles gastos. Agora, foi a vez do próprio vice-campeão pedir reconsideração à confederação.
A presença do Ceará projetaria a Copa do Nordeste e agradaria não somente os patrocinadores do evento. A CBF abraçou a ideia da virada de mesa desde o início por uma outra razão.  Recentemente, o clube se tornou o primeiro do Nordeste a se filiar à Primeira Liga, movimento que reúne grandes equipes do Sul e Sudeste do País e que seria o embrião de uma liga nacional. A CBF não aprova nem uma nem outra liga e tenta impedir o sonho do Ceará de participar do grupo de clubes das duas regiões mais ricas do País.

Terra
Share on Google Plus

Inicio Joao Henrique

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador