Conmebol atualiza lista e confirma Morumbi e Beira-Rio na briga por final da Libertadores entre 2021 e 2023

Estádios que são candidatos a receber finais da Libertadores e/ou Sul-Americana até 2023 — Foto: Divulgação/Conmebol
A Conmebol retomou nesta semana o processo seletivo para os palcos das finais da Copa Libertadores e da Copa Sul-Americana entre 2021 e 2023. A confederação anunciou o início das inspeções nos estádios e atualizou a lista de candidatos: Morumbi e Beira-Rio seguem na briga para abrigar a decisão da Libertadores, enquanto Castelão, Fonte-Nova, Mané Garrincha e Arena Pernambuco disputam finais da Sul-Americana.
A entidade havia divulgado em maio do ano passado, ainda com o futebol paralisado no continente, uma relação de estádios que concorriam às próximas finais. Três palcos no Brasil que estavam listados na ocasião não aparecem mais entre as opções da Conmebol: Arena Corinthians e Arena da Baixada, que pleitavam a decisão da Libertadores, além do Maracanã, que tentava abrigar o jogo final da Sul-Americana.
Ao todo, são 10 estádios que disputam a decisão da Libertadores deste ano - número que cresce para 13 na edição 2022 e 14 em 2023. Com relação à Sul-Americana, são 10 candidatos para 2021, 14 para 2022 e 15 para 2023. Há diversos locais da lista que disputam abrigar as finais das duas competições em um mesmo ano (confira no quadro abaixo) - é o caso do Beira-Rio.
A decisão da Libertadores deste ano, marcada para 20 de novembro, tem sete estádios da Argentina na briga, dois do Brasil e um do Equador. Recentemente, o jornal "Olé" indicou que a Conmebol vê com bons olhos realizar a final em La Bombonera, estádio do Boca Juniors, cerca de um ano depois da morte de Diego Maradona.
A final da Sul-Americana de 2021, por sua vez, tem nove candidatos na disputa, sendo seis estádios argentinos e três brasileiros: Mané Garrincha, Castelão e Arena Pernambuco (a Arena Fonte-Nova só concorre para as finais de 2022 e 2023).
O processo de seleção já passou pelas fases de recepção e análise de candidaturas. Agora, está em curso o período de inspeções dos representantes da Conmebol nos estádios, para verificação de infraestrutura e logística dos locais, levandno em conta, além das arenas, campos de treinamentos, hotéis e aeroportos. As informações coletadas servirão para as possibilidades envolvendo as três próximas edições das competições. A equipe da Conmebol estará no Brasil entre os dias 22 e 26 para analisar os estádios nacionais, depois de já ter passado pela Argentina.
ESTÁDIOS CANDIDATOS ÀS FINAIS DA LIBERTADORES
2021
Argentina: Libertadores da América, El Cilindro (Presidente Perón), La Bombonera (Alberto J. Armando), Monumental de Núñez (Antonio Vespucio Liberti), Nuevo Gasómetro (Pedro Bidegain), Mario Kempes e Estadio Único;
Brasil: Beira-Rio (RS) e Morumbi (SP);
Equador: Monumental de Guayaquil.
2022
Argentina: Libertadores da América, El Cilindro (Presidente Perón), La Bombonera (Alberto J. Armando), Monumental de Núñez (Antonio Vespucio Liberti), Nuevo Gasómetro (Pedro Bidegain), Mario Kempes e Estadio Único;
Brasil: Beira-Rio (RS) e Morumbi (SP);
Equador: Monumental de Guayaquil;
Peru: Monumental de Lima e Nacional do Peru;
Uruguai: Estádio Centenário.
2023
Argentina: Libertadores da América, El Cilindro (Presidente Perón), La Bombonera (Alberto J. Armando), Monumental de Núñez (Antonio Vespucio Liberti), Nuevo Gasómetro (Pedro Bidegain), Mario Kempes e Estadio Único;
Brasil: Beira-Rio (RS) e Morumbi (SP);
Colômbia: Roberto Meléndez e Atanásio Girardot;
Equador: Monumental de Guayaquil;
Peru: Monumental de Lima e Nacional do Peru;
Uruguai: Estádio Centenário.
ESTÁDIOS CANDIDATOS ÀS FINAIS DA SUL-AMERICANA
2021
Argentina: Libertadores da América, El Cilindro (Presidente Perón), La Bombonera (Alberto J. Armando), Monumental de Núñez (Antonio Vespucio Liberti), Nuevo Gasómetro (Pedro Bidegain) e Estadio Único;
Brasil: Mané Garricha (DF), Castelão (CE), Beira-Rio (RS) e Arena Pernambuco (PE).
2022
Argentina: Libertadores da América, El Cilindro (Presidente Perón), La Bombonera (Alberto J. Armando), Monumental de Núñez (Antonio Vespucio Liberti), Nuevo Gasómetro (Pedro Bidegain), Mario Kempes e Estadio Único;
Brasil: Mané Garricha (DF), Castelão (CE), Beira-Rio (RS), Arena Pernambuco (PE) e Arena Fonte-Nova (BA);
Peru: Estádio Monumental de Lima e Estádio Nacional do Peru.
2023
Argentina: Libertadores da América, El Cilindro (Presidente Perón), La Bombonera (Alberto J. Armando), Monumental de Núñez (Antonio Vespucio Liberti), Nuevo Gasómetro (Pedro Bidegain), Mario Kempes e Estadio Único;
Brasil: Mané Garricha (DF), Castelão (CE), Beira-Rio (RS), Arena Pernambuco (PE) e Arena Fonte-Nova (BA);
Colômbia: Atanásio Girardot;
Peru: Estádio Monumental de Lima e Estádio Nacional do Peru.

Por Redação do GE
Luque, Paraguai
Share on Google Plus

Inicio Esporte do Vale

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador