Por aclamação, Atlético de Cajazeiras define nova Diretoria Executiva para presidir o clube até 2023

Da esquerda para a direita: John Weine (ex-presidente do Concelho Deliberativo), Cristiano Gadelha (novo tesoureiro), Eduardo Jorge (novo presidente) e Renê Jerônimo (novo vice-presidente) — Foto: Divulgação / Atlético-PB
Depois da frustração com a não efetivação de Belisário Segundo no cargo de presidente do Atlético de Cajazeiras, o Conselho Deliberativo do clube aclamou Eduardo Jorge, na tarde desta terça-feira, como novo mandatário do time sertanejo. O mandato vai até o ano de 2023.
Essa decisão foi tomada em uma reunião entre John Weine Ferreira, que deixa hoje o cargo de presidente do Conselho Deliberativo, Cristiano Gadelha (novo tesoureiro do clube), Renê Jerônimo (agora vice-presidente) e Eduardo Jorge.
Muita coisa aconteceu para que tudo chegasse à tratativa selada nesta terça-feira. Tudo começou quando a cúpula atleticana, com o então presidente Harley Lira e o ex-diretor de futebol Alysson Lira, que regeram o clube nos últimos anos, alegou falta de apoio e dificuldades financeiras e deixou o Trovão Azul, isso na última quarta-feira. Tudo se tornou incerteza para a temporada 2021.
Uma eleição emergencial, então, foi realizada na última sexta-feira e, de forma unânime, Belisário Segundo foi eleito o novo presidente do Atlético-PB, tendo Gildivan de Sousa como seu vice. Sem querer se pronunciar como presidente e pedindo tempo para o período de transição, o próprio Belisário descartou assumir o clube e justificou que alguns problemas pessoais travariam a sua efetivação no cargo.
John Weine, então presidente do Conselho Deliberativo, precisou agir e informou que até esta terça-feira um nome seria apontado como novo presidente do Atlético-PB para o próximo triênio.
Eduardo Jorge foi o nome escolhido. Ele tem 42 anos, é torcedor do Trovão Azul desde criança, trabalha como músico de uma banda da cidade de Cajazeiras e está introduzido diretamente ao clube desde o ano de 2019, quando se tornou vice-presidente. O novo mandatário do Atlético-PB afirmou realizar um sonho.
- Estou realizando um sonho particular. Estou ao lado de pessoas honradas da cidade de Cajazeiras para levarmos o Atlético-PB onde ele merece estar. Vamos colocar em prática para levar uma boa imagem do Atlético-PB. Tenho certeza que em 2021 vamos fazer um bom campeonato e formar um Atlético-PB forte - disse.
Além de Eduardo Jorge no cargo máximo do clube, Renê Jerônimo assumiu a vice-presidência. No Conselho Deliberativo, Alysson Lira assume a pasta, com Otacílio Barroso como vice-presidente. John Weine, que entrega o cargo máximo do CD, volta a ser conselheiro.

Por Redação do GE
Cajazeiras, PB


Share on Google Plus

Inicio Esporte do Vale

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador