Sabe quanto cada clube paraibano desviou do Gol de Placa? Confira a lista

 Decisão foi tomada em reunião na tarde desta segunda-feira — Foto: Divulgação / FPF
Os clubes paraibanos que decidiram cancelar o campeonato estadual do ano que vem desviaram mais de R$ 10,9 milhões do programa Gol de Placa. O blog teve acesso aos dados sigilosos que tratam da dívida de cada clube. Ou seja, de quanto, nos últimos cinco anos, cada um desviou do programa estadual por meio de fraude com o uso de “CPFs falsos”.
O esquema foi descoberto durante a operação Cartola, desencadeada pelo Grupo de Atuação Especial Contra a Corrupção (Gaeco), do Ministério Público da Paraíba. Os dados garnharam repercussão nacional ao serem publicitados pela Folha de São Paulo, no ano passado. Os clubes, em geral, estavam pouco incomodados com a troca dos ingressos por notas fiscais. Afinal, público no estádio não era prioridade.
Confira o montante da dívida de cada clube
Botafogo……………………R$ 3.233.410,00
Campinense………………R$ 2.015.980,00
CSP…………………………..R$ 829.180,00
Atlético de Cajazeiras…R$ 780.620,00
Sousa……………………….R$ 766,610,00
Treze………………………..R$ 618.370,00
Auto Esporte……………..R$ 599.950,00
Serrano…………………….R$ 564.770,00
Paraíba……………………..R$ 397.850,00
Nacional de Patos………R$ 223.800,00
Desportiva Guarabira…R$ 223.600,00
Santa Cruz………………..R$ 211.300,00
Internacional……………..R$ 208.760,00
Lucena……………………..R$ 165.330,00
Esporte de Patos……….R$ 139.200,00
Pelas regras do programa, os torcedores tinham que trocar notas fiscais por ingressos. Os clubes comunicavam ao Governo do Estado os CPFs com nomes de torcedores e recebiam o dinheiro. O problema, segundo a denúncia do Ministério Público, é que os clubes usavam documentos de mortos ou de pessoas de outros estados para justificar uma presença no estádio que não existia.
Com isso, 100 torcedores viravam 5 mil e 2 mil viravam 20 mil. Depois de descoberto o esquema, os próprios clubes procuraram o Estado propondo um acordo de leniência. O processo foi aberto com a presença de integrantes do governo e do Ministério Público. O problema é que depois de mais de um ano nenhum clube quis assinar o documento que prevê a devolução do dinheiro.
Sem isso, o Governo do Estado não pode pagar o dinheiro do programa, mesmo do reformulado para este ano. Chateados, os cartolas decidiram, sem razão, cancelar o campeonato. Eles alegam falta de sensibilidade do governo por não liberar o dinheiro. Em represália, decidiram cancelar o campeonato. Não terá efeito prático.

Share on Google Plus

Inicio Esporte do Vale

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador