SÉRIE C: Treze perde para o Remo e vê Botafogo-PB diminuir vantagem na briga contra a degola

 
Foto: Ascom
Na noite deste domingo (08), o Treze visitou o Remo, no estádio Mangueirão, pela décima quarta rodada do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro. Em um jogo bastante brigado e sem tantas oportunidades de gol, os paraneses fizeram valer o mando de campo e se aproveitaram de um lance infantil que gerou pênalti no começo da partida para construir a vitória por 1 a 0.
O lance que definiu o jogo ocorreu logo cedo. Aos 10 minutos, Gilberto Alemão sofreu pênalti bobo cometido por Robson, que nem esboçou reclamação. Salatiel foi para a bola e mandou no canto esquerdo de Andrey, que pulou para o outro lado, e abriu o marcador no Mangueirão para o Remo.
A partida era bastante truncada e o Galo, em desvantagem, buscava as jogadas ofensivas para ir para o intervalo pelo menos com o resultado igual. E em algumas oportunidades se aproximou do gol.
Já no fim da primeira etapa, aos 44, Vinícius Barba cruzou na cabeça de Danilo Bala, que escorou para o gol. A bola chegou a balançar as redes, mas foi pelo lado de fora. Nos acréscimos, aos 47, Douglas Packer cruzou, Nilson Júnior também de cabeça mandou para o gol, mas o arqueiro paraense fez grande defesa e manteve a vantagem para os donos da casa.
Segundo tempo
Durante o intervalo, o técnico Márcio Fernandes fez algumas alterações no Treze. Saíram Gilvan e Danilo Bala para dar lugar a Polegar e Edson Carioca. Mas quem voltou assustando foram os donos da casa.
Já aos 6 minutos, Andrey foi obrigado a fazer grande defesa em chute de Salatiel após passe açucarado de Tcharlles. Três minutos mais tarde Charles foi quem arriscou de fora da área, a bola quicou no chão e explodiu na trave do goleiro trezeano, assustando o time da Paraíba.
Só dava Remo. Aos 12, Ricardo Luz avançou em velocidade pela direita, invadiu a área e cruzou. Gilmar cortou, mas quase mandou contra a própria meta. A bola acabou indo para escanteio. Na cobrança, a defesa afastou e, no rebote, Dudu Mandai pegou de canhota e acertou o poste esquerdo de Andrey.
O Treze chegou com perigo aos 21 minutos. Gustavo cruzou da esquerda, a bola resvalou na defesa e chegou livre em Neto Baiano, que se esticou para tocar na fora, mas bateu nela sem dar direção, e ela foi para fora, em uma oportunidade clara de empate.
Já perto do fim do jogo, da entrada da área, Bruno Mota chutou firme de esquerda. A bola ia no cantinho do goleiro Vinícius, que se esticou todo e conseguiu, com a ponta dos dedos, desviar a bola para a linha de fundo.
Com a derrota, o Treze segue na oitava colocação, com 16 pontos, um a mais que o Botafogo-PB, primeiro time na zona de rebaixamento. O Remo, vice-líder, chega aos 26 pontos e fica muito perto da vaga para a próxima fase. Na sexta-feira (13), o Leão recebe o Santa Cruz, novamente no Mangueirão, enquanto o Galo vai enfrentar o Manaus, no Amigão, no sábado (14)
Ficha técnica
Remo 1 x 0 Treze
Campeonato Brasileiro da Série C 2020
Grupo A – 14ª rodada
Estádio: Mangueirão (Belém)
Arbitragem: Rodrigo Batista Raposo; Kleber Alves Ribeiro e Lucas Costa Modesto, todos do Distrito Federal.
Gols: Salatiel (R)
Cartões amarelos: Tcharlles (R)
Remo: Vinícius, Ricardo Luz, Gilberto Alemão, Mimica, Dudu Mandai (Lailson); Charles, Lucas Siqueira (Ronald), Eduardo Ramos (Carlos Alberto); Tcharlles, Hélio (Gustavo Ermel) e Salatiel (Walace). Técnico: Paulo Bonamigo.
Treze:Andrey, Gustavo, Ítalo, Nilson Júnior, Gilmar (Douglas Lima); Robson (Cláudio Murici), Vinícius Barba, Douglas Packer (Bruno Mota), Danilo Bala (Polegar), Gilvan (Edson Carioca) e Neto Baiano. Técnico: Márcio Fernandes.

Paraíba Online
Share on Google Plus

Inicio Esporte do Vale

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador