Afogados-PE marca nos acréscimos e vence Campinense pela Série D

 
Foto: Reprodução/CBF TV
Após sofrer gol nos acréscimos do segundo tempo, o Campinense perdeu para o Afogados da Ingazeira-PE por 2 a 1, em Pernambuco, no estádio Vianão, na noite deste sábado (21). Os gols da Coruja foram marcados por Rogerinho e Arêz, enquanto Matheus Régis fez o tento da Raposa.
Com o resultado, o Afogados segue vivo na busca pela classificação à próxima fase. O clube pernambucano está na sétima colocação do Grupo 3 da Série, com treze pontos conquistados. Já o Campinense permanece momentaneamente no G4, na quarta posição, com 14 pontos ganhos.
No começo da partida, as duas equipes ficaram se estudando e ninguém chegou com perigo. A primeira finalização partiu dos donos da casa, de cabeça, após cobrança de escanteio, mas o chute passou longe do gol. Logo depois, o Campinense teve um bom ataque, com Alex Murici, entretanto o lateral cruzou errado e desperdiçou uma boa chance.
O jogo continuou morno até os 8′, quando a Raposa finalizou mais uma vez, desta vez com Bruno Menezes, em arremate de fora da área, sem perigo.
O placar foi inaugurado aos 13′, com um golaço do lateral esquerdo Rogerinho. O jogador tentou cruzar, mas acabou acertando o ângulo do goleiro Waldson e marcou para o Afogados.
Depois de sofrer gol, o Campinense pouco fez no jogo. A primeira finalização após ficar atrás no placar aconteceu apenas aos 21′, com um arremate de Júnior Gaúcho, de fora da área. Em seguida, a Coruja chegou com perigo com um chute do meia Arêz, para uma boa defesa de Waldson.
Os mandantes da partida seguiram sendo mais efetivos e aos 32′ o atacante James Dean driblou o defensor rubro-negro e finalizou com força. A bola foi para fora, mas passou perto do gol da Raposa.
A melhor chance do Campinense no primeiro tempo veio após cruzamento de Echeverría, pela esquerda, quando o goleiro Everton falhou e a bola quase sobrou para o atacante Frontini. Todavia, a zaga conseguiu cortar antes.
No fim da primeira etapa, o treinador Jean Robson, do Afogados, precisou fazer duas substituições por lesão. Primeiramente, o camisa 10 Candinho saiu para a entrada de Alan. Depois, o goleiro Everton deixou o gramado com Danilo o substituindo.
Segundo tempo
Na volta do intervalo, o treinado visitante, Luciano Silva, modificou a equipe rubro-negra e colocou o atacante Matheus Régis no lugar do volante Júnior Gaúcho.
No início da segunda etapa, a Raposa era quem atacava e tenta implantar seu jogo. Porém, o Campinense parava em seus próprios erros e não conseguia finalizar de maneira efetiva.
Com o jogo morno, a tensão ficou por conta das brigas, faltas e reclamações dos jogadores.
O primeiro arremate com perigo do Campinense aconteceu apenas aos 19′, quando a bola sobrou dentro da área para Frontini, que chutou para uma defesaça do goleiro Danilo. A resposta do Afogados veio dois minutos depois, com uma grande finalização de fora da área do lateral Guilherme Lucena. Waldson defendeu e mandou para escanteio.
Aos 28′, a Raposa seguiu jogando bola na área para Frontini e, dessa vez, o atacante argentino conseguiu cabecear a bola, que saiu para fora. O gol de empate do Campinense saiu aos 35′, em um chutaço de fora da área do atacante Matheus Régis.
Quatro minutos depois, o Afogados realizou um contra-ataque rápido e quase marcou com Alan, que finalizou no gol, mas parou na defesaça do goleiro Waldson.
O balde de água fria no time paraibano veio aos 46′, quando Arêz recebeu livre, cara a cara com o goleiro, e chutou por baixo do goleiro Waldson e garantiu a vitória da Coruja.
Ficha técnica
Afogados 2 x 1 Campinense
Campeonato Brasileiro da Série D 2020
Grupo 3 – 13ª rodada
Estádio: Vianão (Afogados da Ingazeira-PE)
Arbitragem: Christiano Gayo Nascimento, do Distrito Federal; Francisco Chaves Bezerra Junior e José Daniel Torres de Araujo, ambos do quadro pernambucano.
Gols: Rogerinho (A) e Arêz (A); Matheus Régis (C).
Cartões amarelos: Arlan (A), Rodrigo (A) e Evair (A); Echeverría (C).
Afogados: Everton (Danilo); Guilherme, Walter Guimarães, Heverton Luís, Rogerinho; Arêz, Arlan, Evair (Júnior Juazeiro); Candinho (Alan), James Dean (Grafite) e Rodrigo. Técnico: Jean Robson.
Campinense: Waldson; Alex Murici (Renato Cruz), Rômulo, Breno, Fabinho; Júnior Gaúcho (Matheus Régis), Bruno Menezes (Neto), Echeverría; Rafael Ibiapino (Aleff Diego), Jobson (Téssio) e Frontini. Técnico: Luciano Silva.

Equipe @Vozdatorcida
Share on Google Plus

Inicio Esporte do Vale

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador