"Estive perto de entregar", revela Estevam Soares sobre deixar o comando do Imperatriz que está em crise

Estevam Soares diz que pediu vários reforços a diretoria do Cavalo de Aço — Foto: Gabriel Dias / Imperatriz
O Estevam Soares esteve "por um fio" de deixar o comando do Imperatriz nos últimos dias. Pelo menos é o que conta o próprio treinador, em entrevista exclusiva concedida ao ge, na noite desta quarta-feira.
Estevam fala que em consideração ao clube, decidiu ficar em sinal de "hombridade". Também citou a torcida do Cavalo de Aço, que segundo ele, o recebeu de "braços abertos".
- Estiver perto de entregar o meu cargo. Mas, em consideração ao Imperatriz, um clube que acompanhei de longe a sua ascenção nos últimos anos, e a própria torcida que me recebeu de braços abertos, eu segurei. Falei que iria fazer essa partida por hombridade ao clube, porque vim para o Imperatriz com os melhores pensamentos - revelou.
O treinador comenta que a falta de reforços dificulta mais ainda o caminho do time colorado na buscar pelo, agora, principal objetivo do clube na Série C deste ano: fugir do rebaixamento. E reitera que sem as peças necessárias, dificilmente o Imperatriz conseguirá reagir.
- Falo diariamente com a diretoria sobre a questão de reforços. Tenho tocado no assunto desde a minha chegada, há quase 30 dias. Indiquei vários atletas, mas infelizmente não tivemos nenhum jogador para nos reforçar. Pelo contrário, nós perdemos alguns jogadores, fora os problemas por contusões. Isso tem dificultado muito.
Já falei e vou reiterar: o que pode nos ajudar nesse caminho é a chegada de reforços e o trabalho dentro de campo. Sem isso, dificilmente conseguiremos alcançar nossos objetivos - destacou.
Jogos restantes do 1º turno
Ainda faltam duas partidas para o término do 1º turno para o Imperatriz. A concentração será muito grande nessas partidas. Infelizmente para este jogo contra o Treze, estamos com o time muito desconfigurado, com apenas três atletas no banco de reservas. Isso é muito preocupante. Apesar de todos os problemas extracampo que temos vivido, o pensamento na recuperação dentro do campeonato é grande.
Próximo adversário
O Treze vem de vitória em clássico. Estudamos o adversário junto com o departamento de análise. Um time que tem como grande trunfo, a bola aérea, além de explorar bem a velocidade nos contra-ataques. Trabalhamos bem nos treinos para tentar neutralizar essa ações do adversário
Reação na Série C
É difícil prevê em quantas rodadas nós iremos sair dessa situação. O que temos que fazer é nossa parte a cada rodada. Essa próxima é decisiva para o clube. Por isso é necessário o foco de todos os atletas e comissão técnica.
Cinco atletas no banco contra o Treze
Volta a frisar: é difícil você ir para uma competição podendo fazer cinco substituições, e ter somente três atletas de linha disponíveis no banco. Estamos sofrendo muito com isso. Não existe.
O Imperatriz encara o Treze nesta quinta-feira, no Amigão, às 20h, em Campina Grande. O resultado da partida pode definir de vez o rumo do time na Série C do Brasileiro e o futuro do atual técnico do Cavalo de Aço.

Por Matheus Sampaio 
GE São Luís, MA
Share on Google Plus

Inicio Esporte do Vale

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador