Treze não sai do 0x0 com a Jacuipense-BA no Amigão e segue sem vencer na Série C

 Fotos: Leonardo Silva/Paraibaonline
O Treze bem que tentou, mas continua sem vencer na Série C do Brasileiro. Voltando a jogar em casa, o time alvinegro chegou ao seu terceiro empate seguido, desta vez, contra o Jacuipense da Bahia, no Estádio Amigão, em Campina Grande.
Com o resultado, o Galo segue na penúltima colocação do Grupo A, com três pontos ganhos. Já o Leão Grená, está na quarta colocação com nove pontos, mas pode ser ultrapassado pelo Vila Nova-GO, que joga segunda-feira diante do lanterna Imperatriz-MA.
No confronto desta tarde no Estádio Amigão, o Treze teve boas chances de conquistar a sua tão sonhada primeira vitória, mas seus atacantes esbarraram nas boas defesas do goleiro Jordan.
O próximo jogo do Galo será no sábado (26), fora de casa, com o Vila Nova-GO. O Jacuipense por sua vezl vai visitar o Santa Cruz, na segunda-feira (28).
O Jogo
Com a bola rolando, o jogo era muito amarrado e a primeira chance do Treze veio aos 26 minutos, quando Douglas Lima cobrou falta por baixo da barreira, tentando surpreender o goleiro baiano, mas a bola passou a direita da trave.
Aos 24, foi a vez do América-RN ter um gol anulado. Após cobrança de falta da esquerda, houve desvio na primeira trave e Edimar marcou no rebote, mas o mesmo auxiliar que não validou o gol rubro-negro marcou impedimento no lance.
Douglas Lima voltou a aparecer aos 35 minutos, quando pegou a bola na esquerda e bateu cruzado de canhota, levando muito perigo a meta do Jacuipense.
Na primeira etapa, o alvinegro arriscava de fora da área sempre que chegava na intermediária adversária, trabalhando pouco a bola e deixando Gilvan quase sem função na partida.
Segundo tempo
Continuando a chutar de qualquer maneira, em uma jogada organizada, aos 11 minutos, por pouco o Treze não abre o placar. Bruno Mota cruzou da esquerda e a bola encontrou Gustavo na segunda trave. O camisa 7 bateu de direita, o goleiro defendeu no reflexo e, na sobra, Gilvan finalizou por cima da trave.
Três minutos mais tarde, Léo Pereira tentou bater de longe. A bola encontrou Gustavo no meio do caminho, que virou e bateu de canhota, fazendo perigo para o gol da equipe baiana.
O time baiano poderia ter ficado a frente do placar aos 15 minutos, quando Léo Pereira atropelou Mauri na grande área, mas a árbitra do jogo ignorou o pênalti e mandou o jogo seguir.
Aos 22 minutos, o Jacuipense chegou pela direita e Ranieli subiu livre na área do Galo, mas a bola foi por cima do gol de Andrey.
O Leão do Sisal era melhor em campo e aos 25, Thiaguinho invadiu a área pela direita e bateu cruzado, obrigando o goleiro trezeano a espalmar para o meio da área, mas Alisson Cassiano tocou a bola para escanteio, afastando o perigo.
Bruno Mota assustou Jordan aos 36 minutos após limpar dois defensores e bater de esquerda da meia-lua da grande área. O goleiro do Jacuipense espalmou com a mão esquerda, mandando a bola pela linha de fundo.
Fotos: Leonardo silva
Fotos: Leonardo Silva/Paraibaonline
Ficha Técnica
Treze
Andrey, Léo Pereira, Ítalo, Nilson Júnior e Alisson Cassiano, Bruno Menezes, Gustavo (Matheus Régis), Vinícius Barba, e Alexandre Santana (Bruno Mota); Douglas Lima (Caxito) e Gilvan (Frontini). Técnico: Moacir Júnior
Jacuipense-BA
Jordan, Lucas, Railon, Kanu e Radar (Vicente ); Raniele, Flávio, Danilo Rios (Thiaguinho) e Rafael Bastos (Levi); Mauri (Eudair) e Dinei (Elias). Técnico: Jonílson Veloso
Gols –
Cartão amarelo – Mauri, Kanu, Jonilson Veloso, Dinei, Thiaguinho (J), Douglas Lima, Léo Pereira (T)
Árbitro – Thayslane de Melo Costa (SE)
Assistentes -Rodrigo Guimarães Pereira e Wendel Augusto Lino de Jesus Melo (SE)

Paraíba Online
Com Voz da Torcida
Share on Google Plus

Inicio Joao Filho

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador