SÉRIE C: Treze empata no Amigão com o Remo e segue na lanterna do Grupo A

Foto: Divulgação/GE
Treze e Remo fizeram um jogo bastante movimentado na noite desta quinta-feira, fechando a rodada #5 do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro. Ao fim dos 90 minutos da partida no Amigão, em Campina Grande, o placar de 2 a 2 não deixou nenhum dos dois lados satisfeito. O Leão paraense abriu o placar ainda no começo do jogo, o Galo virou já na segunda etapa, quando tinha um jogador a menos, mas sofreu o empate antes do fim.
PRIMEIRO TEMPO
Os times ainda se estudavam, quando, aos cinco minutos, Zé Carlos abriu o placar para o Remo. Após receber bom cruzamento da esquerda, de Marlon, o camisa 9 bateu de primeira, e a bola só ultrapassou a linha depois de ser tocada pelo goleiro Jeferson e beijar a trave. A partir daí, o Treze assumiu o controle da partida, ficando mais com a bola, mas sem levar real perigo ao gol de Vinicius e sofrendo alguns sustos nos contra-ataques. Douglas Lima ainda forçou Vinicius a fazer uma boa defesa, mas nada além disso. E o placar não foi mais alterado antes do intervalo.
SEGUNDO TEMPO
Na segunda etapa, muita emoção. O Treze empatou aos 10 minutos, depois que Gustavo cobrou falta na área do Remo e Rafael Jensen, de cabeça, desviou contra a própria meta e mandou no ângulo, num "bonito" gol contra. Lucas Siqueira assustou a defesa do time paraibano. E, aos 22, Robson fez falta dura em Tcharlles, recebeu o segundo amarelo e foi expulso. Mas, mesmo com um a menos, o Treze virou cinco minutos mais tarde, num gol bem esquisito. Caxito cruzou da direita, rasteiro; Jansen, que marcava Frontini, desviou, a bola bateu no calcanhar do atacante trezeano e ganhou o rumo das redes. Aí o Remo foi em busca do empate. Jeferson fez pelo menos duas excelentes defesas. Mas não conseguiu evitar, aos 41 minutos, que a cobrança de falta de Charles resultasse em gol e empate do Remo. O placar final estava sacramentado: 2 a 2.
OS TIMES
TREZE: Jeferson, Gustavo (Ítalo), Breno Calixto, Nilson Júnior E Rezende (Alisson Cassiano); Robson, Vinicius Barba, Marcos Vinicius (Alexandre Santana), Douglas Lima e Edson Carioca (Caxito); Bruno Mota (Frontini). Téc.: Moacir Júnior.
REMO: Vinicius, Everton Castro (Kevem), Rafael Jansen e Gilberto Alemão e Marlon (Ronald); Lucas Siqueira (Wallace), Charles, Carlos Alberto (Júlio Rusch) e Gustavo Ermel (Hélio); Tcharlles e Zé Carlos. Téc.: Mazola Júnior.
COMO FICA A SITUAÇÃO?
O Remo chegou aos nove pontos e segue na terceira colocação do Grupo A, ainda dentro do G-4, atrás apenas de Ferroviário e Santa Cruz, ambos com 10 pontos. O Treze, por sua vez, permanece na lanterna, agora com um ponto conquistado, mas com um jogo a menos que a maioria dos seus concorrentes da chave.
O QUE VEM PELA FRENTE?
O Remo volta a campo no próximo domingo, quando visita o Santa Cruz às 18h no Arruda, em Recife. Enquanto isso, o Treze vai ter um dia a mais até o próximo jogo, contra o Manaus, na Arena Amazônia, às 20h da próxima segunda-feira.

Por: Resumão GE
Share on Google Plus

Inicio Joao Filho

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador