Campinense perde para o Guarany de Sobral fora de casa pela Série D

Foto: Reprodução / Mycujoo
Debaixo de um calor de quase 40ºC, o Campinense enfrentou o Guarany de Sobral, no estádio do Junco, interior cearense, pela terceira rodada do Grupo A da Série D do Campeonato Brasileiro nesta quarta-feira (30). Mesmo com um pênalti defendido pelo goleiro Waldson, a Raposa parece ter sentido a temperatura, jogou mal e acabou perdendo por 1 a 0.
O time de Campina Grande começou a partida meio desligado e logo aos 3 minutos tomou um susto para acordar. Clayton recebeu passe de Alisson, invadiu a área e tocou na saída do goleiro, mas a bola acabou batendo na trave. Na sobra, o jogador do Cacique mandou por cima do gol.
A resposta paraibana aconteceu aos 13, quando Téssio tocou caprichosamente na cabeça de Fábio Júnior, livre para marcar, mas a pelota acabou saindo pela linha de fundo.
Em lance de muito perigo, Waldson salvou a Raposa. Aos 32 minutos, Cleyton passou no meio da defesa rubro-negra e tocou no canto esquerdo do goleiro paraibano, que se esticou toda e conseguiu rebater o chute que tinha endereço certo.
Apostando em investidas pelo lado direito, o Campinense, com Alex Murici, encontrou Rafael Ibiapino na ponta. O artilheiro do time na temporada cruzou na cabeça de Fábio Júnior, aos 42 minutos, mas a zaga dividiu a bola pelo alto e ela acabou indo pela linha de fundo.
Segundo tempo
Na volta do intervalo, assim como no último sábado, Givanildo Sales mudou os dois organizadores do meio campo. Saíram Téssio e Aleff Diego para as entradas de Caio Breno e do estreante Echeverría.
Buscando vencer em casa, o Guarany de Sobral pressionava e antes dos 5 minutos obrigou Waldson a fazer duas defesas seguras, no recuo de Fabinho e no chute de Alisson, de fora da área, que levaram certo perigo.
O Campinense respondeu aos 6 minutos, quando Echeverría cobrou falta da esquerda, enganou todo mundo e mandou direto para o gol, mas Adilson Júnior estava atento e espalmou para a direita.
Mas no minuto seguinte, após cobrança de falta da dreita de Alisson, a bola bateu no braço do defensor Rômulo, da Raposa. O árbitro Wasley do Couto Leão anotou pênalti. Clayton bateu no meio do gol e Waldson fez a defesa, salvando a Raposa de ficar na desvantagem.
Depois do susto, aos 13 minutos por muito pouco a equipe paraibana não marcou. Alex Murici bateu escanteio da direita e Anderson Schmoeller subiu no terceiro andar para cabecear, mas o goleiro do Cacique fez uma grande defesa para manter o zero no placar.
Logo depois fez linda jogada pela esquerda, quando passou por dois com um elástico e bateu cruzado de canhota, mas Adilson Júnior rebateu.
Aos 16, finalmente o marcador foi aberto. Após cobrança curta de escanteio da esquerda, o zagueiro Dadalt aproveitou falha da defesa do Campinense, que não marcou ninguém, e empurrou a bola de pé direito para o gol. Waldson ainda tentou defender, mas a bola já havia entrado. 
O Campinense tentou mexer no time para deixar a equipe mais ofensiva, mas pouco conseguia criar. Por sua vez, o Guarany de Sobral buscava os espaços vazios para atacar, e aos 37 minutos, Clayton chutou de fora da área e a bola passou perto do poste esquerdo do goleiro raposeiro. 
Perto do fim do jogo, aos 44 minutos, após rebote do goleiro cearense, Alex Murici tentou completar de bicicleta, mas o arqueiro se recuperou e voltou fazer a defesa.
A derrota deixa o Campinense com 4 pontos, provisoriamente ainda na segunda posição do Grupo A3. No domingo (04), a Raposa recebe o Floresta-CE, no Amigão. Com sua primeira vitória na competição, o Guarany de Sobral fica com 3 pontos, na quarta colocação da chave. O próximo compromisso dos cearenses será também domingo, no Perpetão, contra o Atlético de Cajazeiras.
Ficha técnica
Guarany de Sobral-CE 1 x 0 Campinense
Série D do Campeonato Brasileiro de 2020
Grupo A3 – 3ª rodada
Estádio do Junco (Sobral)
Arbitragem: Wasley do Couto Leão (PA); Jailson Albano da Silva (CE) e Wesley Rodrigues Miguel (CE).
Gols: Dadalt (G)
Cartões amarelos: Gleidson, Zé Augusto (G); Júnior Gaúcho, Rafael Ibiapino, Echeverría (C)
Guarany de Sobral-CE: Adilson Júnior, Zé Augusto, Dadalt, Nilo, Zeca (Higor); Gleidson (Celestino), Patuta, China (André), Alisson (Muruci); Maranhão e Clayton (Luiz Maranhão). Técnico: Wallace Lemos.
Campinense: Waldson, Anderson Schmoeller, Cláudio Baiano, Rômulo (Jone Chulapa); Alex Murici, Fabinho, Júnior Gaúcho (Jobson), Téssio (Caio Breno), Aleff Diego (Echeverría); Rafael Ibiapino e Fábio Júnior (Alex Travassos) Técnico: Givanildo Sales.
 
Fonte: Voz da Torcida
Share on Google Plus

Inicio Joao Filho

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador