FIFA reconhece o Brasil como maior vencedor da Copa do Mundo Sub-17

Medalha da conquista da Seleção Sub-17, tetracampeã invicta na Copa do Mundo FIFA 2019, no Brasil(Créditos: Lucas Figueiredo/CBF)
Os quatro títulos da Copa do Mundo Sub-17 conquistados pela Seleção Brasileira colocam o Brasil como maior vencedor mundial da categoria ao lado da Nigéria. A FIFA ajustou o agrupamento de títulos Sub-16 e Sub-17 após pedido de revisão solicitado pela CBF, igualando o número de conquistas das seleções Brasileira e Nigeriana no topo do ranking mundial. Em carta datada de 12 de agosto e assinada por seu presidente, Gianni Infantino, a entidade internacional informa que “o Brasil de fato venceu quatro Copas Mundiais Sub-17 da FIFA, assim como a Nigéria”.
Anteriormente, a FIFA considerava a soma dos títulos obtidos nas duas categorias (Sub-16 e Sub-17) em seu ranqueamento. Com a mudança, a Nigéria passou a ter um título na categoria sub-16, mas diminuiu um na contagem da equipe sub-17. A Copa do Mundo FIFA Sub-17 é organizada desde 1991. Já a Copa do Mundo Sub-16 foi organizada em três edições (1985, 1987 e 1989).
Se a Seleção Brasileira Principal é a maior campeã da Copa do Mundo, sendo a única pentacampeã da história, nas categorias de formação oficiais da FIFA não é diferente. São nove títulos mundiais somados os das equipes sub-17 e sub-20. Nenhum outro país possui tantas Copas do Mundo na base.  Ao todo, entre base e principal, são 14 títulos mundiais brasileiros.
A Seleção Brasileira chegou ao seu tetracampeonato da Copa do Mundo Sub-17 com a taça conquistada de forma invicta na edição de 2019, a primeira realizada no Brasil, com o time foi formado por jogadores da geração 2002. Os outros três troféus foram conquistados em 1997 (Egito), 1999 (Nova Zelândia) e 2003 (Finlândia).  
O Brasil participou de 17 das 18 edições realizadas até hoje da competição e lidera o ranking de jogos (89), vitórias (60) e de gols marcados (199) entre as 82 seleções que já disputaram o torneio. A Seleção Brasileira não sofreu gols em 45% das partidas.
MAIS SOBRE A COPA DO MUNDO FIFA SUB-17
A competição mais importante para a categoria começou a ser disputada em 1991, na Itália. Desde então é realizada de dois em dois anos para jovens atletas que, no ano da realização do torneio, completam 17 anos. A categoria Sub-17 é considerada o verdadeiro coração da base, já que muitos craques passam por ela como última fase de sua formação antes de alcançar as equipes profissionais nos clubes em que atuam.
Até 2005 a competição abria vagas para 16 seleções. Em 2007, a Copa do Mundo Sub-17 passou a contar com 24 seleções participantes. O Campeonato Sul-Americano Sub-17, realizado pela Conmebol, é classificatório para o Mundial.
O torneio é conhecido por apresentar ao mundo os jovens mais promissores em seus respectivos selecionados. Ao todo, 257 jogadores que passaram pela disputa na categoria sub-17 alcançaram vaga em suas seleções principais e participaram de uma Copa do Mundo FIFA.  
Entre esses, 13 nomes vivenciaram a glória de entrar em campo em uma final de Copa do Mundo e serem campeões. O seleto grupo é formado por Petit (França/1998); Ronaldinho Gaúcho (Brasil/2002); Buffon, Del Piero e Totti (Itália/2006); Casillas, Fabregas, Iniesta, Fernando Torres e Xavi (Espanha/2010); Gotze e Kroos (Alemanha/2014); e Mendy (França/2018).
O brasileiro Ronaldinho Gaúcho é o único jogador da história que venceu a Copa pelas seleções Principal e Sub-17.
TOTAL DE COPAS DO MUNDO FIFA DE BASE
Brasil: 9 (cinco sub-20 e quatro sub-17)
Argentina: 6 (todos na sub-20)
Nigéria: 5 (quatro na sub-17 e um na sub-16)
Gana: 3 (1 na sub-20 e 2 na sub-17)
Portugal, Sérvia, México, Inglaterra, França, União Soviética: 2
Espanha, Alemanha, Ucrânia, Arábia Saudita e Suíça: 1 
CONQUISTAS DO BRASIL NA COPA DO MUNDO FIFA SUB-17
2019 – O tetracampeonato em casa
Convocados: Matheus Donelli, Yan, Henri, Luan Patrick, Patryck, Daniel Cabral, Diego Rosa, João Peglow, Kaio Jorge, Gabriel Veron, Talles Magno, Talles Costa, Matheus Araújo, Pedro Lucas, Lázaro, Sandry, Gabriel Noga, Renan, Gustavo Garcia, Marcelo Pitaluga, Cristian. Técnico: Guilherme Dalla Déa
Final: Brasil 2 x 1 México 
Gols: Kaio Jorge e Lázaro
2003 – O retorno ao topo
Convocados: Bruno, Leo, João, Leonardo, Junior, Sandro, Jonathan, Arouca, Ederson, Evandro, Abuda, Thyago, Marcelo Lomba, Marlon, Arthur, Felipe, Juliano, Tody, Hugo, Walisson. Técnico: Marcos Paquetá
Primeira fase:
Brasil 1 x 1 Camarões
Gol: Abuda
Brasil 5 x 0 Portugal
Gols: Leo, Abuda, Ederson, Evandro e Thyago.
Brasil 3 x 0 Yemen
Gols: Evandro (2x) e Arouca
Quartas de final:
Brasil 3 x 0 EUA
Gols: Leonardo, Ederson e Evandro
Semifinais:
Brasil 2 x 0 Colômbia
Gols: Abuda (2x)
Final:
Brasil 1 x 0 Espanha
Gol: Leonardo
1999 – A defesa do título
Convocados: Rubinho, Marquinhos, Ricardo, Eduardo, Anderson, Leo, Walker, Souza, Cacá, Leandro, Carlos Henrique, Diego Cavalieri, Bruno Leite, Matheus, Wellington, Leonardo, Andrezinho, Adriano Imperador.  Técnico: Carlos Cézar
Primeira fase:
Brasil 2 x 1 Austrália
Gols: Marquinhos e Carlos Henrique
Brasil 0 x 0 Mali
Brasil 0 x 0 Alemanha
Segunda fase:
Brasil 4 x 1 Paraguai
Gols: Leonardo (3x) e Cacá
Brasil 2 (4) x (2) 2 Gana
Gols: Leonardo e Tetteh (contra)
Brasil 0 (8) x (7) 0 Austrália
1997 – O primeiro título
Convocados: Fábio, Andrey, Fernando, Jorginho, Gavião, Rogério, Flávio, Henrique, Adiel, Ronaldinho Gaúcho, Matuzalem, Ferrugem, Fabio Pinto, Abel, Diogo Rincon, Geovanni, Anailson, Ranieri. Técnico: Carlos Cézar
Primeira fase:
Brasil 7 x 0 Áustria
Gols: Diogo Rincon, Fabio Pinto, Geovanni, Ferrugem, Matuzalem, Ronaldinho e Anailson
Brasil 3 x 0 EUA
Gols: Jorginho, Adiel e Matuzalem
Brasil 3 x 1 Oman
Gols: Jorginho, Fabio Pinto e Geovanni
Segunda fase:
Brasil 2 x 0 Argentina 
Gols: Fabio Pinto (2x)
Brasil 4 x 0 Alemanha
Gols: Adiel, Geovanni, Ferrugem e Ronaldinho
Brasil 2 x 1 Gana 
Gols: Matuzalem e Andrey

Fonte: CBF

Share on Google Plus

Inicio Esporte do Vale

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador