Ferroviário goleia Vila Nova-GO por 4 a 0 e assume liderança do Grupo A da Série C

Willian Lira foi autor do primeiro gol do Ferroviário diante do Vila Nova-GO (Foto: Xandy Rodrigues/ Ferroviário)
O duelo entre o Tubarão e o Tigre era desafio de cima da tabela e valia liderança. Vencer, para qualquer um dos lados, a depender do saldo de gols, valia assumir a ponta na tabela do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro. Em casa, motivado por conseguir estabilidade na fase de grupos da Terceirona, o Ferroviário recebeu, neste sábado, 22, no Castelão, um Vila Nova-GO, até então invicto, e conquistou uma vitória maiúscula. O 4 a 0 veio com gols de William Lira, ainda no primeiro tempo; e André Mensalão, Wellington Rato e Tiago Costa, na segunda etapa.
Com o triunfo, o Tubarão da Barra chegou aos seis pontos (com duas vitórias e uma derrota em três jogos) e assumiu a liderança, empatado com o Remo (passando em saldo de gols). Já o Vila, além da invencibilidade, perdeu um posição e está agora na quarta colocação. O Ferroviário volta a campo contra o Treze-PB, no domingo, dia 30, fora de casa, no estádio Amigão.
O jogo
Na etapa inaugural, Ferroviário até finalizou menos que o Tigre, foram seis finalizações a oito. Mas soube ser mais efetivo. Vila Nova começou com mais posse de bola até os dez minutos, mas o Tubarão da Barra era muito mais perigoso quando se lançava ao ataque, principalmente em jogadas pela esquerda, com Siloé. O atacante só era parado pela zaga do Tigre com faltas.
Aos 11 minutos, o time coral quase marcou o primeiro, em cobrança fechada de escanteio de Diego Lorenzi seguido por uma cabeçada do Tubarão em que a bola bateu na trave. Seguindo na pressão, o Tubarão abriu o placar aos 18 minutos. Willliam Lira recebeu e de fora da área bateu forte. O goleiro Fabrício, pego de surpresa, não conseguiu segurar.
Depois do tento, o Ferroviário ainda buscou diminuir o ritmo do jogo e aproveitar os contra-ataques. Já o visitante, atrás no placar, continuava, ainda que sem efetividade, buscando o setor ofensivo e parava na zaga do Tubarão.
A melhor chance ainda foi do Ferroviário, aos 28. William Rato quase marca o segundo do time coral em um lance muito parecido com o do primeiro gol: chute forte de fora da área. Desta vez o arqueiro conseguiu colocar para o escanteio.
A etapa final voltou com o Vila mais a frente, com o Ferroviário sendo mais acionado no setor defensivo. Ainda assim, as chances mais claras de gol eram do Coral. Logo aos cinco minutos, Siloé, pela esquerda, driblou o marcador e chutou colocado. O goleiro espalmou e a zaga afastou.
Já aos 14, Wellington Rato perdeu, inacreditavelmente, uma grande oportunidade de ampliar o placar. Em jogada pelo meio, ele aproveitou sobra de bola na grande área e tentou uma cavadinha na saída do arqueiro. A bola foi na trave e voltou para Rato, mas ele mandou para fora.
O Vila, sem conseguir construir jogadas mais agudas, tentava se valer sem sucesso, de cutes de fora da área e jogadas de bola parada.
Foi pelos pés do estreante André Mensalão que o Tubarão conquistou a merecida folga no placar. Vencendo, mas com saldo de gol empatado com o Remo, aquela altura o Ferroviário era vice-líder. Em jogada de visão de Cassimiro, já na linha de fundo pela direita, ele tocou para Mensalão que aproveitou e marcou o segundo do Ferroviário.
Junior Batista é abraçado por Saimon dentro da área, e a árbitra Deborah Cecília Correia marca penalidade. Aos 41, Wellington Rato bateu rasteiro no canto direito de Fabrício, que caiu para esquerda. Ainda deu tempo de aumentar. Em novo lance de Saimon, que desta vez fez falta duríssima e acabou expulso, a árbitra marcou falta. Tiago Costa, aos 45, cobrou com categoria e balançou as redes para o Tubarão. O Ferroviário sacramentou a vitória contundente sobre o Vila.

O Povo Online
Share on Google Plus

Inicio Esporte do Vale

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador