Atacante do Botafogo-PB quer time com mais pegada contra o Treze

Depois de um começo contestado, Lohan passou a ter boas atuações e marcar gols. Foto: Caio Guilherme/ Voz da Torcida
Autor de 7 gols na temporada, Lohan teve um início um pouco conturbado, sofrendo cobranças da torcida do Botafogo-PB por não conseguir balançar as redes nos amistosos de pré-temporada e nos primeiros jogos do time no ano.
Não demorou muito para a maré virar e o jogador passar a balançar as redes. Atualmente, a produtividade do setor ofensivo da equipe passa pelos pés de seu camisa 9. Tanto que a participação de Lucas Simón, badalada contratação quando no momento de seu anúncio, agora pouco tem sido pedida pelos botafoguenses.
De acordo com o centro-avante, a mudança de seu rumo na Maravilha do Contorno passou pela confiança em sua capacidade.
Sabia da pressão que ia sofrer desde o início, a responsabilidade. Procurei treinar e trabalhar em silêncio porque sabia que a oportunidade ia aparecer e eu estaria bem para aproveitar – afirmou.
Seja no 4-2-3-1, 4-3-3 ou 4-4-2, Lohan tem conseguido ser efetivo e balançar as redes. O artilheiro do time na temporada tem preferência na formação usada para que seus companheiros o ajudem a marcar mais gols. Para o camisa 9, quando o time joga com dois homens nas pontas, seu rendimento pode ser melhor pois as defesas adversárias precisam ter atenção com um número maior de jogadores. Entretanto, ele garante que se sente a vontade com qualquer que seja a opção do treinador.
Depende muito da eficiência de quem está jogando. Kelvin foi muito feliz no jogo contra o Treze, conseguiu ter boas participações e soube suprir o outro lado. Tendo atacantes dos dois lados é importante, mas tendo só um também pode fazer diferença. O mais importante é jogar com jogadores desta qualidade que temos no elenco. Quanto mais jogadores estiverem perto, para mim, melhor.  Mas precisamos ter um ataque eficiente, e fico feliz quando tenho mais companheiros perto, que podem chamar atenção e me deixar livre para fazer os gols – explicou.
Podendo perder por um gol de diferença para chegar nas finais, o atacante quer um Botafogo-PB ainda mais atento para o duelo de volta contra o Galo para não sofrer sustos e conseguir voltar para João Pessoa com a classificação.
A pegada tem que ser maior. Temos o regulamento a nosso favor, mas só vamos deixar boa impressão se marcar forte, for eficiente no ataque, e deixar a vantagem para os minutos finais – disse.

Equipe @Vozdatorcida
Share on Google Plus

Inicio Esporte do Vale

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador