Após 2 jogos como técnico interino do Campinense, Hélio Cabral se diz pronto para ser efetivado

Hélio Cabral em ação: auxiliar ficou a frente do Campinense em dois jogos — Foto: Raphael Vinicius / Click Sportive
O Campinense segue no mercado em busca de um novo técnico, mas Hélio Cabral acredita que a solução pode estar em casa. O auxiliar técnico, que assumiu interinamente o comando da Raposa após a saída de Evandro Guimarães - que pediu demissão um dia antes da partida contra o Botafogo-PB -, já soma dois jogos à frente do time e vem mostrando serviço. Nesse domingo, conquistou mais um bom resultado: bateu o Atlético de Cajazeiras por 1 a 0 e encaminhou a primeira colocação do Rubro-Negro no Grupo B do Campeonato Paraibano. Até por isso, acredita que pode ser efetivado no cargo.
- A qualquer momento que eles quiserem me efetivar, bom. Em termos de experiência como técnico, pode ser que eu não tenha. Mas tenho 30 anos de comissão técnica. Tenho vários cursos de treinador. Sou um cara muito estudioso. Para mim não tem nada de diferente. Mas deixo essa decisão para a diretoria - afirmou Hélio Cabral.
A vitória contra o Atlético-PB, nesse domingo, foi o segundo jogo de Hélio Cabral como interino do Campinense. O auxiliar assumiu a Raposa num momento de instabilidade na comissão técnica. É que, antes de Evandro Guimarães, seu antecessor, Ruy Scarpino, que tinha sido contratado para substituir Oliveira Canindé, alegou problemas familiares e também pediu demissão do cargo antes mesmo de assumir. Diante dessa situação, o comando ficou interinamente com Hélio Cabral, auxiliar técnico da casa, que chegou ao clube já em meio aos treinamentos.
Logo em seu primeiro jogo, na última quinta-feira, segurou o 0 a 0 no Almeidão e conquistou um empate contra um Botafogo-PB, que, em tese, era favorito. Na segunda partida, nesse domingo, contra o Atlético-PB, novamente o time mostrou um bom desempenho defensivo e venceu por 1 a 0. Resultado que, na visão do auxiliar e técnico interino, se deu por conta da obediência tática da Raposa, que se portou muito bem defensivamente.
- A equipe se comportou bem. O Atlético-PB nos surpreendeu na velocidade e no seu desempenho, tecnicamente e taticamente. Marcamos um gol no início do segundo tempo e conseguimos segurar a pressão. Os jogadores foram inteligentes, conseguiram suportar a pressão, e conseguimos um resultado positivo - analisou Hélio Cabral.
Com a vitória sobre o Atlético-PB, o Campinense, que já tinha a classificação assegurada, encaminhou a primeira colocação do Grupo B do Campeonato Paraibano. A Raposa agora só perde a posição para o Sousa em uma combinação improvável de resultados: o Rubro-Negro precisa perder para o Treze, o Dinossauro ganhar do Atlético-PB e ainda tirar um saldo de 10 gols de diferença. Campinense e Sousa, aliás - ambos já classificados no Grupo B - vão se enfrentar em uma das semifinais do estadual.
Campinense e Treze se enfrentam pela 10ª (última) rodada da primeira fase do Campeonato Paraibano, mas o jogo ainda não tem data definida. A Federação Paraibana de Futebol (FPF) vai aguardar a definição do calendário do Botafogo-PB na Copa do Nordeste para marcar os jogos que, devido ao regulamento do estadual, têm que ocorrer de forma simultânea.

Por GloboEsporte.com 
Campina Grande
Share on Google Plus

Inicio Esporte do Vale

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador