Dono de clube paranaense envolvido em jogo fantasma com Serrano-PB aposta contra próprio time pra faturar quase R$ 1 milhão no ano de 2018

Nadim Andraus chegou a ser candidato a presidente do Atlético nas últimas eleições. Foto: Arquivo
O futebol paranaense mais uma vez constrói um cenário triste. Agora por manipulação de resultados. O suspeito é o empresário Nadim Andraus, dono do Clube Andraus Brasil, sediado em Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba, e que teria apostado uma bolada contra o próprio time. A revelação foi feita em reportagem exibida no programa Esporte Espetacular, da Rede Globo, neste domingo (25).
O caso foi registrado em 1º de novembro do ano passado na partida entre Andraus e Portuguesa Londrinense, válida pela terceira fase do Paranaense sub-19. De acordo com a reportagem do Esporte Espetacular, horas antes do duelo começar, um site recebeu sete apostas suspeitas, cada uma de 700 dólares, cerca de R$ 2.300, cravando que o Andraus seria goleado em casa.
No intervalo, o jogo já estava 4×0 para a Portuguesa. No fim, 4×1, o que rendeu aos apostadores 250 mil dólares, pouco mais de R$ 800 mil. O site desconfiou e começou uma investigação. Foi descoberto que o responsável pelas apostas era o próprio dono do Andraus, Nadin Andraus. Curiosamente, os dois clubes acabaram rebaixados para a terceira divisão do Campeonato Paranaense no último final de semana.
O empresário se recusou a gravar entrevistas para falar sobre a acusação. O presidente da Federação Paranaense de Futebol (FPF), Hélio Cury, também não quis comentar as suspeitas.
Nadin Andraus acumula polêmicas no Estado. Em 2015, o Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná (TJD-PR) o suspendeu por dois anos por causa de uma agressão a um árbitro em um jogo da Taça FPF. Já em 2014, ele foi acusado de dar um soco no pai do goleiro adversário durante a final da Terceira Divisão do Estadual.
Outro caso envolvendo o Andraus
Por causa da suspensão do TJD, Andraus indicou Fred Nelson Marques para assumir a presidência do Andraus. Fred também está envolvido em um caso suspeito de manipulação de resultados.
Em abril do ano passado, o goleiro Neto Volpi, do Inter de Lages, registrou um boletim de ocorrência na Polícia Civil depois de, segundo ele, ter recebido uma oferta de R$ 15 mil para levar dois gols no duelo contra o Joinville, pelo Campeonato Catarinense. Quem fez a oferta foi justamente Fred Marques.
O atleta chegou a mostrar prints das conversas realizadas por WhatsApp com o presidente do Andraus. Na época, o clube paranaense se defendeu alegando que o conteúdo divulgado estava incompleto e descontextualizado. Tudo se trataria apenas de uma negociação para tentar contratar o jogador. As autoridades investigam se Fred agiu a mando de Nadim Andraus.
Resposta
Em nota oficial distribuída à imprensa na tarde desta segunda-feira (26), Nadim Andraus afirmou que a denúncia é falsa. “A denúncia sem fundamento algum, que ninguém sabe de onde partiu, não traz provas, só apresenta acusações jogadas ao vento”, afirma. O empresário garante ter a família “envolvida no meio esportivo há quase 30 anos, sempre trabalhando com muita ética e dedicação”, e que coloca dinheiro no futebol.
Segundo Andraus, no jogo contra a Portuguesa Londrinense, o clube do qual é dono entrou em campo com um time reserva, “prática muito comum em centenas de partidas realizadas anualmente no Brasil”, como diz a nota. O cartola encerra o texto dizendo que não cometeu nenhum ato ilegal. “Dormi e acordei com a consciência limpa, pois tenho muita tranquilidade para afirmar que não tenho envolvimento algum com a situação exposta pelo Esporte Espetacular”.
Leia na íntegra a nota de Nadim Andraus:
Na manhã de ontem (25), meu nome foi envolvido em uma reportagem do programa Esporte Espetacular, da Rede Globo, sobre manipulações de resultados em partidas de futebol. Minha família está envolvida no meio esportivo há quase 30 anos, sempre trabalhando com muita ética e dedicação. Tiramos dinheiro do próprio bolso para manter essa paixão, que vai das artes marciais até o futebol, chegando ao Clube Andraus Brasil, que nos últimos anos se consolidou como um grande formador de atletas.
A denúncia sem fundamento algum, que ninguém sabe de onde partiu, não traz provas, só apresenta acusações jogadas ao vento. Uma reportagem inteira baseada na desconfiança de um site que promove apostas ILEGAIS no Brasil. No jogo que levantou toda essa suspeita (Andraus x Portuguesa Londrinense, válido pela terceira fase do Paranaense sub-19 do ano passado), entramos com um time reserva por já estarmos eliminados da competição, prática muito comum em centenas de partidas realizadas anualmente no Brasil. Curiosamente, essas partidas também estão disponíveis em sites de aposta, mas ninguém nunca colocou em cheque os resultados. Me vejo no meio de uma perseguição irresponsável.  
O Clube Andraus Brasil é o clube da minha família, e nós merecemos respeito. Trabalhamos anualmente com o sonho de centenas de jovens, que encontram em nós o alicerce para uma carreira no futebol. A tentativa de um “furo jornalístico” não pode sujar o nome de pessoas dignas. Vocês já pararam para pensar quantas apostas são realizadas diariamente em todo mundo? Queria entender por qual motivo o site ILEGAL chegou ao meu nome. Dormi e acordei com a consciência limpa, pois tenho muita tranquilidade para afirmar que não tenho envolvimento algum com a situação exposta pelo Esporte Espetacular.

Por Gazeta do Povo
Com Tribuna PB
Materia divulgada em 26/03/2018
Share on Google Plus

Inicio Esporte do Vale

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador