Com o Brasil entre os candidatos, Fifa anuncia no dia 25 de junho a sede da Copa do Mundo feminina de 2023

Troféu da Copa do Mundo feminina — Foto: Getty Images
A Fifa anunciou nesta sexta-feira que, em razão da pandemia de coronavírus, precisou adiar para 25 de junho a escolha da sede da Copa do Mundo feminina de 2023. Com o Brasil entre os concorrentes finais, a entidade coloca que o encontro do conselho não será mais em Addis Ababa, capital da Etiópia, e sim de forma online para a tomada da decisão. Inicialmente, a votação ocorreria no começo de junho. Além da candidatura enviada pela CBF, concorrem também Colômbia, Japão e a candidatura conjunta de Austrália e Nova Zelândia. Secretária geral da organização, Fatma Samoura comentou que a Fifa tem por objetivo investir um total de 1 bilhão de dólares na modalidade no ciclo atual.
- A FIFA continua comprometida com a implementação do processo de licitação mais abrangente, objetivo e transparente da história da Copa do Mundo Feminina da FIFA. Isso faz parte do nosso compromisso geral com o futebol feminino que, entre outras coisas, verá a FIFA investir US $ 1 bilhão no futebol feminino durante o ciclo atual - disse a secretária geral da Fifa, Fatma Samoura.
Todas as propostas que avançaram à última etapa serão apresentadas ao Conselho da Fifa em um processo de votação aberta, no qual o resultado de cada votação e os votos relacionados pelos membros será tornado público no FIFA.com. O objetivo da entidade é deixar bem claro o processo de escolha. A próxima Copa do Mundo terá uma novidade: terá 32 seleções e não mais 24 como a edição anterior na França.
PROPOSTA DA CANDIDATURA DO BRASIL:
No livro de candidatura, o Brasil coloca oito cidades como sedes: Belo Horizonte (Mineirão), Brasília (Mané Garrincha), Manaus (Arena da Amazônia), Porto Alegre (Beira-Rio), Recife (Arena de Pernambuco), Rio de Janeiro (Maracanã), Salvador (Arena Fonte Nova) e São Paulo (Arena Corinthians) com a grande decisão sendo realizada no Maracanã. Sobre as datas, a sugestão da CBF é que ocorra entre 13 de julho e 13 de agosto com abertura na Capital Federal e na capital gaúcha. Ela salienta que não haverá conflito com datas de outra competição da Fifa e garante que fará ajustes no calendário local para que a disputa não seja prejudicada. Além disso, foram mapeados mais de 60 centros de treinamento, 1.000 hotéis e estruturas em todas as cidades para realização de sorteios, workshops e eventos paralelos.
Como ficaria o calendário da Copa de 2023 no Brasil:
Fase de grupos: 13 a 27 de julho
Oitavas de final: 29 de julho a 1º de agosto (Belo Horizonte, Brasília, Manaus, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, São Paulo)
Quartas de final: 4 e 5 de agosto (Brasília, Porto Alegre, Recife, Salvador)
Semifinais: 8 e 9 de agosto (Belo Horizonte, São Paulo)
Decisão do terceiro lugar: 12 de agosto (Brasília)
Final: 13 de agosto (Rio de Janeiro)

Por GloboEsporte.com 
Rio de Janeiro

Share on Google Plus

Inicio Esporte do Vale

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador