Causos & Lendas do Nosso Futebol: Você Lembra de Antonio Toscano?

Ele nasceu na prazerosa cidade litorânea de Lucena–PB no dia quinze de fevereiro do ano de mil novecentos e quarenta e cinco.  Foi farmacêutico, vereador em três mandatos e oficial de justiça, sempre prestando relevantes serviços nas três citadas áreas e aumentando o seu círculo de amizades.
Porém, foi na área esportiva que o nosso homenageado conseguiu ser destaque em nossa Paraíba, militando por vários anos como treinador e árbitro de futebol. Em sua cidade natal  ele fundou o Lucena Atlético Clube, equipe que logo conquistou o penta campeonato local. Também em Lucena ele fundou o Vasco da Gama, equipe que oportunizou a várias crianças e adolescentes o contato inicial com a bola.
Uma de suas grandes lutas em prol do futebol paraibano foi à construção de um estádio de futebol em sua cidade natal. Hoje, Lucena possui uma excelente praça de esportes que em sua homenagem ficou popularmente conhecida como o “Toscanão”.  Na realidade, podemos creditar a ele como sendo o desportista que difundiu, incrementou e que desbravou o futebol naquela cidade litorânea.
Em João Pessoa ele dirigiu várias equipes de futebol de campo e de futebol de salão. Equipes fortíssimas e então tradicionais como o Esporte Clube Cabo Branco e o Estrela do Mar conquistaram títulos sob os seus comandos técnicos táticos, inclusive disputando a nível nacional.
Em mil novecentos e setenta, o nosso homenageado concluiu o curso de arbitragem de futebol e em seguida construiu uma vitoriosa carreira como árbitro,  sendo conhecido em todo o nordeste do país. Em seus quinze anos como árbitro profissional, ele apitou em todos os nove estados nordestinos, e no centro-oeste, ao apitar no estádio Serra Dourada, da cidade de Goiânia, GO.
Na Paraíba ele era presença certa nos denominados clássicos e nas decisões do campeonato paraibano de futebol. Sério, discreto e conhecedor das regras do futebol, ele foi, pela imprensa especializada paraibana, escolhido como o melhor árbitro do Estado por cinco anos consecutivos, 1974, 1975, 1976 e 1977.
Também teve a honra de ser escolhido para arbitrar o jogo botafogo PB X Botafogo RJ, partida festiva e inaugural do estádio José Américo Filho, o Almeidão, em mil novecentos e setenta e cinco, jogo vencido pelos cariocas por dois tentos a zero.
Trabalhou em vários jogos do antigo campeonato nacional, em vários estados, como árbitro, como bandeirinha e como árbitro reserva. E como não poderia deixar de ser, anos depois ele usou toda a sua experiência e competência para dirigir o departamento de arbitragem da Federação Paraibana de Futebol.
E quando foi no dia seis de julho do ano de dois mil e sete, este grande desportista foi chamado para morar com Deus, deixando esposa, filhos, genros, nora, netos e bisneta orgulhosos do legado aqui construído por ele.
Torcida paraibana, estamos falando do senhor Antônio Toscano de Brito, o popular juiz “Antônio Toscano”, um profissional que nos faz bastante falta na atualidade, pois ele foi um desportista diferente, que prazerosamente vivia para o futebol e não do futebol.
Para nós torcedores, cronistas e desportistas, ficou a certeza de que Antônio Toscano de Brito, o popular “Antônio Toscano”, escreveu o seu nome com tintas douradas e perpétuas na brilhante história do futebol paraibano.

Serpa Di Lorenzo
Membro Pleno do TJDF PB, da ACEP e APBCE
falserpa@oi.com.br
Share on Google Plus

Inicio Joao Henrique

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador