Michelle Ramalho define comissão de arbitragem com Arthur Alves, Sérgio Corrêa e Miguel Félix

Foto: Lucas Barros/TV Cabo Branco
A Federação Paraibana de Futebol (FPF), enfim, tem uma nova Comissão de Estadual de Arbitragem de Futebol (Ceaf-PB). Desde quando José Renato foi afastado pela Justiça em decorrência das investigações da Operação Cartola, a Ceaf-PB estava dissolvida. Da última intervenção na FPF, realizada por João Bosco Luz, até agora, para cá, Arthur Alves vinha sendo o coordenador interino de arbitragem. Agora, o dirigente foi confirmado pela FPF como o presidente da Ceaf-PB.
A comissão será formada por três membros, como institui o estatuto da entidade. Além de Arthur, Michelle definiu que Miguel Félix, ex-árbitro paraibano, e Sérgio Corrêa, ex-árbitro e ex-presidente da Comissão de Arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), farão parte da comissão estadual. Corrêa é o atual coordenador do VAR da CBF.
A escolha por um nome de peso da arbitragem nacional demonstra que a FPF segue ancorada a auxílios da CBF para tocar o trabalho na Paraíba. Além de Sérgio Corrêa, Arthur Alves, que vai ser o presidente da Ceaf-PB e vai seguir à frente das escalas de arbitragem no estado, também é uma indicação da entidade nacional.
De acordo com Michelle Ramalho, todos os três indicados são pessoas técnicas e que têm a inteira confiança pessoal da presidenta.
Conheça os novos membros do Ceaf-PB
O presidente da comissão será Arthur Alves, que estava no comando do departamento de arbitragem desde a intervenção na FPF realizada pelo auditor do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), João Bosco Luz. Arthur chegou à Paraíba por indicação da CBF para auxiliar o interventor.
Após a vitória de Michelle Ramalho nas eleições da entidade, o dirigente permaneceu no comando da arbitragem paraibana. Nessa quinta-feira foi anunciado para presidir a Ceaf-PB, que estatutariamente é a instância da FPF responsável por escalar os árbitros para as partidas das competições organizadas pela Federação e formar novos profissionais.
Arthur Alves é ainda o presidente da Sindicato dos Árbitros de Futebol do Estado de São Paulo (Safesp). Até 2015 era um dos membros da comissão de arbitragem da Federação Paulista de Futebol. Foi demitido após a árbitra da Fifa, Regildênia de Holanda, ter acusado o dirigente por assédio moral e sexual, que supostamente teria acontecido em 2009.
O outro membro da nova Ceaf-PB com bagagem a nível nacional é Sérgio Corrêa. Ex-árbitro da Federação Paulista e da CBF, Corrêa foi por muito tempo o chefão da arbitragem nacional. A primeira passagem à frente do cargo foi entre 2007 e 2012, enquanto que a segunda aconteceu entre 2014 e 2016. Atualmente é o chefe do projeto de árbitro assistente de vídeo, o VAR, na CBF.
O único paraibano da nova equipe é o ex-árbitro da FPF e da CBF, Miguel Félix. Natural de Patos, o dirigente é o atual presidente da Liga Patoense de Futebol. Foi o mandatário da Ceaf-PB de 2011 até 2015, quando foi substituído por José Renato.

Por Pedro Alves 
Globoesporte.com/PB
Share on Google Plus

Inicio Joao Henrique

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador