Causos & Lendas do Nosso Futebol: Você lembra de Naná!

Ele foi registrado pelos seus pais como Inácio José Ribeiro Montenegro, mas aquela criança, nascida em João Pessoa, precisamente no dia 21 de abril de 1945, e que logo cedo mostrou afinidades com a bola, cresceria e ficaria conhecida como sendo o popular goleiro “Naná”. 
Ainda menino, no longínquo ano de 1955, ele ingressou nas categorias de base do antigo time do Red Cross, agremiação que possuía a sua sede na Rua Primeiro de Maio,  Bairro de Jaguaribe, e que revelava grandes jogadores para o nosso futebol.
Da equipe infantil para o time principal foi muito rápido, pois Naná, mesmo jovem, demonstrava segurança e firmeza com a camisa de número um. A sua estreia como profissional ocorreu em 1959, no antigo Estádio Olímpico do Boi Só, quando enfrentou  o extinto Botafogo da cidade de Cabedelo.
Naquela época, por causa da sua pouca idade, quando o jogo era realizado no período noturno, “Naná” precisava de uma autorização judicial para jogar. Do Red Cross para o também extinto esquadrão do Esporte Clube União, do famoso Seu Costeira, foi questão de tempo.
Naná, quando no auge de sua carreira, teve passagem pelo Botafogo da capital e também foi convocado para a seleção paraibana que disputava a então competição nacional. Isso nos anos de 1963 e  64.
Outras equipes em que o nosso homenageado jogou foram o Nacional de Patos, o Campinense Clube e o Guarabira, em todos esses clubes citados a passagem de Naná foi curta, pois a sua identificação maior foi com o antigo time do Esporte Clube União.
Foi no União onde o goleiro  Naná jogou por vários anos, defendendo as cores rubro-negras,  com defesas importantes, dedicação e amor; foi lá também onde encerrou a sua carreira no ano de 1969. Ao pendurar as suas luvas, o nosso homenageado passou a ajudar como diretor, assessor, técnico, contribuinte, ou seja, um faz tudo naquela agremiação.
Um fato curioso é que mesmo tendo abandonado o futebol como atleta,  a equipe do União precisou de um goleiro de última hora, isso já no ano de 1973, para enfrentar o poderoso Campinense Clube, no Estádio da Graça; Naná foi convocado para suprir aquela necessidade e mesmo fora da forma  conseguiu fazer uma brilhante atuação, com inúmeros elogios por parte da crônica especializada.
Em 1982, com uma expressiva votação nas urnas, precisamente 2.336  sufrágios, Naná foi eleito Vereador na cidade de João Pessoa, pela legenda do MDB - Movimento Democrático Brasileiro.
Hoje, em sua casa, ao lado de seus amados familiares, Naná manuseia os recortes dos jornais antigos e com muito orgulho e saudade, mostra aos seus queridos netos as reportagens de uma época em que esteve dentro dos gramados paraibanos. Para ele, Fernando e Freire, seus contemporâneos, foram dois goleiros excepcionais e acima da média. 
Para nós, torcedores, cronistas e desportistas ficou a certeza de que Inácio José Ribeiro Montenegro, o popular “Naná”, escreveu o seu nome com tintas douradas e perpétuas na brilhante história do futebol paraibano.
•    No dia 25 de maio, às 19 horas, na churrascaria Bastos Gold, ocorrerá o “I Encontro de Desportistas Paraibanos”, contatos através do WhatsApp (83)9 9988 1435.

Serpa Di Lorenzo
Auditor do TJDF PB e da ACEP e APBCE
falserpa@oi.com.br
Share on Google Plus

Inicio Joao Henrique

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador