Causos & Lendas do Nosso Futebol: Ainda Ivan Bezerra de Albuquerque

Quando eu fui diretor social do Botafogo Futebol Clube, realizei um sonho acalentado desde a minha infância de frequentador das arquibancadas do antigo estádio Olímpico do Boi Só, praça de esportes desativada e que era localizada próximo da casa da minha saudosa mãe, no início dos anos setenta.
O cargo em comento me proporcionou enormes alegrias, como homenagear dentro de campo os ídolos do passado com a comenda “Nininho o Fiapo de Ouro”, criar e editar a Revista do Botafogo – PB e dar a minha pequena contribuição para a conquista dos títulos estadual e o inédito de campeão brasileiro 2013 da série D.
Além disso, dentro dessa magia que o futebol nos proporciona ele me oportunizou a alegria e a satisfação de conviver com os respectivos e imprescindíveis jornalistas, fotógrafos, cinegrafistas, radialistas e  blogueiros do futebol paraibano.  Aliás, todos os dias eu aprendo um pouco com esses profissionais, chegando a telefonar para o amigo e editor Geraldo Varela solicitando que me tire dúvidas.
Como não poderia deixar de acontecer, um desses craques da imprensa sempre me chamou  à  atenção por vários motivos, dentre eles a sua capacidade de gravar e lembrar de fatos do passado do nosso esporte, possuir uma memória privilegiada e por ser um ícone da imprensa esportiva. Isso, torcedor, você acertou ao memorizar o nome de Ivan Bezerra de Albuquerque.
E foi justamente por causa desses privilegiados atributos somados aos mais de sessenta anos ininterruptos cobrindo essa paixão que é o futebol foi que eu pedi a ele que escalasse dois times do Botafogo – PB com os melhores jogadores de todas as épocas. E o decano me mandou essas duas seleções que eu gostaria de presentear e dividir com os leitores, amigos e torcedores do futebol paraibano. Aqui ressaltando e deixando claro que essas escalações não representam nem tem caráter oficial, ou seja, é apenas a opinião do nosso campeão de audiência.
Equipe A: Zé Armando, Lúcio Mauro, Kleber Bonates,  Deca e Fantick, Victor Hugo e Roberto Viana, Nelsinho, Nininho, Delgado e Zeca. Técnico Herivaldo Guerra (Vavá).
Equipe B: Fernando, Vinicius, Lúcio Surubim, Berto e Tita, Nicássio, Magno e Zé Eduardo, Chico Matemático, Reinaldo e Mauro Madureira. Técnico Pedrinho Rodrigues.
Por muito tempo ficaremos órfãos dos seus abalizados comentários. Porém seus discípulos e alunos de microfones esportivos, seguem seus passos de humildade, objetividade e profissionalismo.   Descanse em paz, campeão de audiência, você fez escola na radiofonia!

Serpa Di Lorenzo
Auditor do TJDF PB e da ACEP e APBCE
falserpa@oi.com.br
Share on Google Plus

Inicio Joao Henrique

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador