Quatro jogos deram inicio o Paraibano 2018

O Campeonato Paraibano 2018 teve inicio na tarde deste domingo, 07 de janeiro com quatro jogos.
Botafogo-PB 2x1 Serrano
Jogando em casa, o Botafogo começou a partida tentando pressionar o adversário. Mas sentiu claramente o desentrosamento de um time novo. O Serrano, ao contrário, parecia mais à vontade. Tanto que, aos 13 minutos, acabou premiado por um pênalti cometido pelo goleiro Edson em cima de Erivan. Dois minutos depois, Araújo foi para a cobrança e abriu o placar para o time de Campina Grande. Em desvantagem, o Botafogo passou a errar muitos passes, irritando a torcida. Ainda assim, teve algumas chances de empatar, que acabaram desperdiçadas - a mais clara, com Dico, aos 34 minutos, que não aproveitou rebote do goleiro Juci.
A virada do Botafogo começou no intervalo. O técnico Leston Júnior tirou o volante Rafael Jataí e colocou o meia Marlon. Logo em seu primeiro lance, ganhou um escanteio e levantou a torcida. E assim foi mudando a história do jogo, que poderia ter sido outra se a trave não salvasse o Belo num chute de Erivan aos 4 minutos. Como a bola não entrou, o Botafogo seguiu em sua missão de virar a partida. Aos 11, após cobrança de escanteio, Gladstone desviou e Nando aproveitou para empatar. Na sequência, o próprio Nando desperdiçou uma grande chance, após rebote de Juci. Com o campo aberto, Leston Júnior colocou Carlos Renato em campo, explorando ainda mais a velocidade. E deu certo. Aos 36 minutos, o meia cruzou, o goleiro Juci falhou e Nando aproveitou para desempatar o jogo.
O Botafogo volta a jogar pelo Campeonato Paraibano no próximo domingo, enfrentando o CSP no Estádio Almeidão - o mando de campo é do Tigre. Já o Serrano entra em campo um dia antes, no sábado, recebendo o Sousa no Estádio Amigão.
Atlético-PB 1x0 Nacional
Jogando em casa, o Atlético-PB tomou a iniciativa de ir para o ataque, mas não levou grandes sustos ao goleiro Pantera. O Nacional de Patos, por sua vez, também se arriscou à frente, mas com menos perigo ainda que o adversário. As tentativas de jogadas ofensivas dos dois times esbarraram quase sempre nas defesas rivais e, por isso, os goleiros praticamente não tiveram trabalho na primeira metade da partida.
Disposto a não deixar escapar a chance de vencer a primeira partida em casa, o Atlético-PB voltou para a segunda etapa ainda mais ligada e mais ofensivo. E pressionou. Sufocou o Nacional de Patos, que ainda teve uma chance com Manu após jogada de Lúcio Curió, mas foi apenas isso. Praticamente, só deu Trovão. E Alyson ainda desperdiçou boa chance, antes de Jorge Mauá abrir o placar aos 23 minutos. Em jogada rápida do ataque atleticano, o camisa 18 completou para as redes, vencendo o goleiro Pantera e colocando o time da casa à frente no placar. E ainda houve mais chances desperdiçadas, gol anulado e defesaça de Pantera, evitando o segundo gol dos donos da casa.
Os dois times voltam a campo no próximo domingo. O Atlético-PB vai até Campina Grande, onde enfrenta o Campinense às 16h, no Amigão. Já o Nacional de Patos joga em casa, no José Cavalcanti, onde recebe o Treze às 17h.
Treze 2x1 Auto Esporte
O Auto Esporte também tem o que comemorar, apesar da derrota por 2 a 1 na partida de estreia pelo Campeonato Paraibano fora de casa contra o Treze. A equipe pessoense fez uma boa apresentação na tarde deste domingo no Estádio Presidente Vargas. O destaque, negativo, ficou por conta do gol alvirrubro anulado pela arbitragem na primeira etapa, que poderia ter mudado a história do confronto. A atuação da arbitragem acabou deixando alguns jogadores do Auto Esporte bem irritados após o fim dos 90 minutos do jogo em Campina Grande
Por conta das duas competições que vem disputando, o Treze acabou entrando em campo com várias modificações com relação ao jogo da última quinta-feira, pela fase preliminar da Copa do Nordeste. Apesar do entrosamento ter dificultado um pouco, o time comandado por Oliveira Canindé acabou se superando e conquistando os três primeiros pontos na disputa da competição estadual. Destaque para o meia-atacante Tininho, que foi um dos principais articuladores das jogadas ofensivas do Alvinegro na partida deste domingo
Sousa 0x0 CSP
O Sousa começou o jogo com tudo. Pressionou. Em qualquer oportunidade que tinham, os jogadores do Dinossauro miravam o gol. Mas o que os atletas de Cleibson Ferreira não conseguiam era finalizar a jogada com qualidade. O Sousa perdeu pelo menos três chances reais de marcar neste primeiro tempo. O Sousa estava tão bem, que não deu espaço para os contra-ataques do CSP, que quase não chegou a meta do Dinossauro durante a primeira etapa.
No segundo tempo, o Sousa não conseguiu manter o rítmo do primeiro e baixou de produtividade. Principalmente, quando perdeu o Thiago Ramos, aos 39 minutos. O CSP conseguiu crescer na partida, no entanto, sofreu do mesmo mal que o Sousa sofreu no primeiro tempo e errou muito nas finalizações. Com um a mais, o Tigre até pressionava, mas não conseguiu traduzir as oportunidades em gols.
A última partida da primeira rodada será realizada nesta terça, 09 de janeiro no Amigão em Campina Grande entre Campinense e Desportiva Guarabira, partida que terá inicio ás 20:00 horas.

Portal Esporte do Vale
Com: Resumão GE
Share on Google Plus

Inicio Joao Henrique

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador