CATEGORIA DE BASE: Copa Arês 2017 revela seis destaques, três já estão no ABC

.
Foto: Barcelona do Agreste
Com uma rapidez de fazer inveja, o ABC de Natal levou três jovens talentos destaques da Copa Arês 2017 para o seu Centro de Treinamento.
A competição terminou no domingo (dia 10 de setembro) e na segunda-feira, às 14h, os garotos já estavam dentro do ABC.
Quem fez a ponte foi um torcedor do ABC, daqueles fanáticos, que hoje trabalha com assessoria jurídica voltada para o futebol, mas que não esqueceu seu clube de coração.
O time do Barcelona do Agreste, sensação da Copa Arês, despertou interesse em outros times e olheiros, mas o ABC saiu na frente e os garotos já estão no alojamento das bases .
Vamos fazer um breve entrevista com o professor Wendson, idealizador e gestor do projeto Barcelona. Ele chegou ao ABC feliz e recebeu camisas alvinegras para sorteios, cujo objetivo é angariar recursos para os projetos voltados para o futebol. 
Nesta segunda, dia 16 de setembro, o professor Wendson se fez presente ao CT do ABC e nos concedeu uma rápida entrevista.
1. O Barcelona do Agreste tem qual face?
Temos um projeto social há três anos em Santo Antônio. Nós iniciamos com futsal e há 16 meses estamos também no futebol de campo. A face é educacional e com âmbito esportivo. É um desafio diário.
2. Como suportar gastos?
Vivemos um dia de cada vez. É um trabalho passo a passo. Hoje recebo com felicidade a camisa oficial do ABC e vamos realizar um sorteio visando angariar recursos para manter o projeto e ampliar o trabalho. 
Professor Wenderson desenvolve um belo trabalho social
              em Santo Antônio/RN
3. O Barcelona foi a boa surpresa da Copa Arês, qual a percepção do resultado?
O nosso trabalho começa a aparecer para o Rio Grande do Norte. Fizemos uma boa participação na Copa Arês de futebol 2017 (na categoria sub 16) e a nossa participação rendeu elogios de vários envolvidos. O primeiro a analisar o nosso time foi observador técnico de um empresa de Minas Gerais com filial em Natal, empresa de propriedade do Sandro Caraúbas, o craque potiguar que foi ídolo no Cruzeiro.
Achei legal o fato da empresa do Sandro analisar o nosso time já no primeiro jogo e ter apontado destaques. Apontou também detalhes técnicos e táticos. Já conversamos no primeiro dia da competição. Foi uma boa surpresa para mim o interesse no time já no primeiro dia.
Sandro no Kashima Soccer Estadim.
      O Kashima Antlers F.C. é um clube de futebol japonês.
      A equipe participa da primeira divisão japonesa, e é
o clube mais vezes campeão da J-League, tendo conquistado oito títulos
4. Como surgiu o interesse do ABC?
No primeiro dia a surpresa foi o olheiro do Sandro, no segundo dia
a boa surpresa foi a comissão técnica do ABC que se fez presente na Copa Arês.
O observador da empresa do Sandro nos apresentou aos membros do ABC (diretoria e técnicos). O ABC avaliou e aprovou três dos nossos jogadores. Hoje estou trazendo estes três jogadores para o Centro de Treinamento Alvinegro. Foi tudo muito rápido.
5. A Copa Arês rendeu contatos?
Realmente surgiram convites de outras equipes, outros olheiros, mas creio que esses meninos precisam dar um passo de cada vez e acho, com toda a certeza, que o primeiro passo foi em nosso projeto social.  O segundo passo é agora (no ABC) e os demais, por ser tempo futuro, vamos aguardar.
  Foto: Sandro e o Alex
     Jogo da despedida do camisa 10 do Cruzeiro
   no Estádio Mineirão, 28 de junho de 2015
6. Como foi a conversa de vocês ao final da Copa Arês?
A Copa Arês teve seis destaques no sub 16 e três foram do meu time. A conversa foi de agradecer a todos que nos ajudaram. O interessante é que os 3 nomes já foram apontados logo no primeiro jogo pelo observador técnico José Leonardo (da empresa do Sandro). No segundo dia mais pessoas também procuraram informações sobre os 3 garotos. Pela tarde compareceu a comissão técnica do ABC ao campo de jogo. Os três nomes já estavam sendo comentados após o José Leonardo ter concedido entrevista. A comissão técnica do ABC apenas confirmou o que todos estavam comentando. Fico feliz por isso, pelos bons comentários. No último dia foram também os mesmos 3 nomes apontados pela turma (imprensa) que cobriu o evento e também por outros observadores técnicos. Isso mostra que não é por acaso que os três estão aqui no ABC. Eles foram escolhidos pelo talento e por diversos olheiros. NÃO TEM PANELINHA, NÃO TEM FAVORECIMENTO. Olheiros, imprensa e o ABC apostaram em uma única direção, mesmas opiniões. Não temos panelas, temos talentos! Temos bons jogadores. 
Professor Wenderson, Messias, Vitor, Guilherme, professor Gilmar e o professor Tostão
 Foto no segundo dia da competição momento após o diálogo entre ABC e o Barcelona
7. Qual o outro convite recebido?
Tivemos outros convites, mas acho que vir para o Alvinegro é um decisão acertada. A empresa do Sandro fez a ponte, isso é legal, isso é ético. Fui procurado no primeiro dia e conversamos. Todo dia nós conversamos com o observador técnico do Sandro. Os garotos estão indo para o ABC pelo bom rendimento que tiveram, foram destaques. A vida é a arte de aproximar pessoas, de fazer pontes, vejo que entramos numa boa ponte e hoje estamos no ABC. A empresa do Sandro nos indicou um bom caminho, mas é bom lembrar que os atletas estão indo pelo talento de cada um. Volto a dizer que foram destaques na competição. Nosso time venceu os favoritos e só perdemos para o time campeão (nos pênaltis). A empresa do Sandro nos apresentou a comissão técnica do ABC após o jogo (no 2° dia). Tudo de maneira correta. Tudo tranquilo. Recebi os parabéns pelo que os meus atletas renderam.
8. Tem previsão da visita do Sandro ao seu projeto?
O Sandro Caraúbas é o empresário do David (filho do Geraldo e sobrinho do Gil da Chapecoense). Pelo que sei, irá visitar o Geraldo Madureira e o David em Nova Cruz, depois virá a Santo Antônio nas próximas semanas. O Sandro será bem vindo, tem amigos na cidade.
9. O nosso blog achou que seriam sorteadas camisas do Cruzeiro...  Será que o Sandro vai te dar uma camisa oficial do time estrelado?
A ideia de sortear a camisa do ABC é boa, mas não pedi camisas, fiquei calado, só fui lá deixar os meninos no CT. É lógico que fique feliz com os presentes, foram duas camisas zeradas. Sempre se pede camisas do ABC, mas fiquei calado. Quem comprou as duas camisas foi o José Leonardo, torcedor do ABC e assessor jurídico do Sandro. Ele pagou as camisas (na minha frente) e nos deu de presente para a rifa que vamos fazer. Vi que o José é fanático pelo ABC, nos trouxe para o Alvinegro e agora comprou as duas camisas para os sorteios. Olha, SE O SANDRO NOS DER UMA CAMISA DO CRUZEIRO, NÓS VAMOS ACEITAR, SERÁ MAIS UM SORTEIO. A camisa vai para a rifa beneficente.
10. O que você espera do futuro dos garotos?
Agora vamos dar tempo ao tempo.
O Sandro vai orientar a carreira dos nossos atletas, assessoria jurídica com planejamento de carreira. Acho que é um trabalho digno e honesto dessa empresa de Minas Gerais com pessoas do Rio Grande do Norte. O Sandro foi um menino pobre em Caraúbas e agora quer usar sua experiência para orientar os novos valores de sua terra. Sua empresa tem até filial no Japão. É um trabalho sério. Vamos com calma. Agora é pensar no ABC e que os garotos trabalhem com tranquilidade. Sei que a comissão técnica da base alvinegra é muito boa, qualificada, agora é trabalho e trabalho no CT do ABC.
Sandro com seus amigos em Kashima/Japão.
Sandro, Léo Silva (jogador do Kashima), Vitor Hugo (filho do Léo) e o Kasamy
Share on Google Plus

Inicio Joao Henrique

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador