Cadê o vermelho? Confusão generalizada em Nacional de Patos x São Paulo Crystal acaba sem expulsos

Foto: Artur Lira/GloboEsporte.com
Difícil dizer se algum jogador do Nacional de Patos ou do São Paulo Crystal não se envolveu na confusão generalizada que ocorreu no intervalo da partida entre os dois times, na tarde desse domingo. O gramado do José Cavalcanti, em Patos, onde alviverdes e tricolores se enfrentaram pela semifinal da 2ª divisão do Campeonato Paraibano, se transformou em campo de guerra. Empurrões, socos, pontapés, voadoras. Um espetáculo deprimente para quem quisesse assistir. Inclusive o árbitro Roberto Lima e seus assistentes, Tomaz Diniz e Márcio Freire. Mas, apesar de todo o tumulto, no fim das contas, ninguém foi expulso (assista no vídeo abaixo a todo o tumulto).
Na verdade, Roberto Lima mostrou um cartão vermelho. Aos 49 minutos do primeiro tempo, quando o Nacional de Patos se preparava para cobrar uma falta no campo de ataque, o zagueiro Carlão, do São Paulo Crystal, bateu boca com o árbitro e acabou recebendo o segundo amarelo e sendo expulso. O jogador tricolor saiu de campo, mas ficou no banco de reservas do seu time.
Com a primeira etapa encerrada, o técnico nacionalino, Marcos Nascimento, concedia entrevista a uma rádio. Nesse momento, ele e o zagueiro Carlão, expulso minutos antes, se desentenderam. Trocaram empurrões e, assim, deram início à briga. Entre eles e entre um número incontável de jogadores e membros das comissões técnicas dos dois times. O tumulto durou algum tempo, até que todos fossem separados e descessem para os vestiários.
 
Globo Esporte PB
Share on Google Plus

Inicio Joao Henrique

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador