Reportagem especial Relembrando um SUSTO BOM sobre um atleta seridoense de Serra Negra do Norte

Atleta Evandro de Serra Negra do Norte
1) Vamos recordar o dia em que um garoto foi acordado para arrumar as malas, ir para Natal às pressas e embarcar (de avião) para jogar uma Copa São Paulo.
2) Existe uma frase que diz: “ Tem coisas que só acontece no futebol ! ”. É lógico que o futebol tem os dois lados da moeda, o bom e o ruim, o dia triste e o feliz. É hora de recordarmos um fato que reuniu lágrimas e risos ao mesmo tempo. O protagonista desta história é o seridoense Evandro, garoto da cidade de Serra Negra do Norte.
Alecrim F.C.-47ª Copa São Paulo de Juniores
3) O Alecrim Futebol Clube, de Natal, foi vice-campeão estadual 2016, categoria sub 19. O ABC sagrou-se bicampeão do Rio Grande do Norte, sendo assim, conforme o regulamento, ABC e  Alecrim conquistaram o direito a disputarem a Copa São Paulo em janeiro de 2017.
4) Evandro, em dezembro de 2016, recebeu a notícia que estava na relação de jogadores para a Copa São Paulo 2017, fato o que o deixou muito feliz. Seria o sonho a ser realizado, baita sonho! Euforia imensa para família e amigos! Mas, alguns dias depois, o técnico do Alecrim recebeu a determinação de refazer a lista a assim tirar cinco jogadores da viagem, o famoso “corte de atletas”. Evandro estava na lista do embarque, mas a nova relação foi feita e Evandro foi cortado da viagem. Em poucos dias, bem poucos, o Evandro saiu da euforia para a tristeza... Era o adeus ao sonho de jogar a Copa São Paulo 2017.

5) O novo orçamento da viagem obrigou o Alecrim a refazer os custos e diminuir o número de jogadores, uma nova realidade que fez o técnico perder a noite de sono... Edson Alves relembra: “ Todos os técnicos já tiveram noites em claro. Retirar cinco atletas em uma lista já certa, bem definida, pensada e repensada, foi muito difícil ! É ter que cortar sonhos de cinco garotos, mas é assim mesmo. A vida obriga o atleta a ser forte! Eles tinham sido avisados que iam para São Paulo, mas dias depois receberam um novo aviso que não iam mais. Momento bem difícil ! Tem que receber a notícia e não baixar a cabeça. Assim é a vida. Assim é o futebol." 
6) No dia 30 de dezembro de 2016, pela noite, o ônibus do Alecrim seguiu para São José do Rio Preto, cidade sede do grupo 3. Evandro estava em Serra Negra e desejou, via Watts App, boa viagem e sucesso aos amigos. Jogar diante do Botafogo-RJ, Sergipe e Rio Preto já fazia parte do passado, agora era esperar o dia 5 (de janeiro de 2017) e ver, pela TV, ao vivo, seu time jogar diante do Botafogo-RJ, o campeão brasileiro sub 20 de 2016. O fogão carioca chegava com pinta de favorito ao título e com o foco da imprensa, principalmente das TVs. Vale lembrar que esse jogo terminou empate, 1 a 1, numa partida quase perfeita do Alecrim.
7) Evandro iria acordar (dia 5) pensando em ver o jogo do seu Alecrim, este seria seu programa esportivo da noite, estaria ao lado dos amigos de calção e chinelo, vendo a TV, mas o desenho mudou completamente. Naquela noite (do dia 05/01) o Evandro teve que vestir a roupa adequada (para viajar) e ficar acordado até a madrugada (do dia 6) para seguir viagem para Natal.
8) Evandro foi acordado (no dia 5) com o aviso que um jogador se machucou em São Paulo, algo normal no futebol. O Alecrim determinava que era hora do Evandro sair de Serra Negra do Norte e ir para São Paulo.
9) Pela manhã, dia 5, logo cedinho, o empresário do Evandro recebeu a notícia que "se virasse nos 30" e mandasse o Evandro para São José do Rio Preto (cidade do grupo 3 da Copa São Paulo). O telefone do Evandro estava desligado. A solução foi ligar para o professor Júnior, de Serra Negra do Norte, pedindo que fosse até a casa do Evandro noticiar a boa-nova, mas Júnior não tinha como, ao menos naquele momento, estava em Caicó. Relembra o professor Júnior: “Uma notícia muito boa, muito forte e que tinha que chegar ao Evandro de forma imediata. Eu liguei para um amigo (que faz mototáxi) e pedi que fosse até a casa do Evandro, foi acordado pela mãe e quase não acredita na boa notícia. Futebol tem isso, tem boas surpresas”
10) No Aeroporto de Natal, ainda com a surpresa estampada em sua face,
Evandro embarcou levando na mala os sonhos e no rosto os risos que não lembrava a tristeza recente (que tivera ao saber do “corte”). O adeus aos amigos era o aceno final rumo ao sonho que tanto acalentou, o tão desejado embarque para a Copa São Paulo. Foi a sua primeira viagem de avião.
11) Evandro entrou em campo no 2° jogo do Alecrim (foram três), verdão de Natal versus o time da casa, o Rio Preto Esporte Clube. Vitória do time paulista, mas o maior vitorioso do dia não foi o time de São Paulo, mas sim o sonho realizado do garoto de Serra Negra do Norte, finalmente jogou a Copinha, desejo de muitos, realização de poucos. Impossível dizer que o Evandro saiu derrotado em campo. O placar da partida (muitas vezes) não é tudo diante de um grande sonho realizado. Após o jogo, era hora de tirar as chuteiras e guardar, para sempre, aquele momento feliz de um menino do Seridó.
12) Convém lembrar que a semente deste sonho foi plantada pelo professor Júnior, um homem de bem, dedicado e preocupado com a formação dos jovens de sua região. A Copa São Paulo foi um sonho realizado do Evandro, mas tudo tem seu início, seu ponto de partida, sendo assim, até por questão de sensatez, não podemos esquecer que o bom trabalho realizado pelo mestre da bola de Serra Negra do Norte. Pode-se dizer, com toda a certeza, que o Júnior teve uma grande parcela de contribuição na formação do Evandro.  O incansável professor também ficou triste com "o corte", mas depois sorriu com a notícia do embarque imediato para São Paulo.
13) Essa matéria visa relembrar como uma lágrima pode se transformar em risos em fração de poucos dias. Todos nós, no esporte ou não, temos lágrimas e sorrisos, tristezas e felicidades. É melhor recordarmos as vitórias. A felicidade encontra-se até mesmo nas pequenas alegrias, nas pequenas conquistas, nas pequenas sementes que dão bons frutos. 

14) A Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2017 foi a 48ª edição da "copinha", a maior competição de futebol júnior do Brasil, disputada por clubes juniores de todo o país. Organizada pela Federação Paulista de Futebol (FPF), ocorreu de 3 a 25 de janeiro, a final foi disputada no Estádio do Pacaembu na data do aniversário da cidade de São Paulo. A competição foi disputada por 120 times, divididos em 30 grupos. O torneio superou o recorde de participantes da edição anterior.
15) Relembrar a ida do Evandro para a Copinha 2017, recordar a surpresa de todos, as dificuldades vividas, servem para que possamos acreditar que as lágrimas são pausadas por um sorriso. Tudo no tempo de Deus!.

Share on Google Plus

Inicio Joao Henrique

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador