Causos & Lendas do Nosso Futebol: VOCÊ LEMBRA DE AGNALDO?

Nascido na cidade de Campina Grande, precisamente no dia três de março de 1969, o atacante Agnaldo de Oliveira iniciou a sua vitoriosa carreira nas categorias de base do Campinense Clube.  Mas foi em 1990,   aos vinte anos de idade - já no Botafogo da capital - clube onde ele assinou o seu primeiro contrato como jogador profissional.
Com um excelente porte físico, visão de jogo e facilidade para marcar gols, Agnaldo foi o artilheiro do campeonato paraibano de 1992, marcando 35 vezes, sendo naquele ano o artilheiro do Brasil. Também naquela temporada, ele teve um de seus gols escolhido como o gol do Fantástico, da Rede Globo, quando ele driblou meio time do Campinense Clube, inclusive o goleiro, e finalizou para as redes, levando a torcida  ao delírio. Ele é um dos ídolos da torcida botafoguense, pois honrou e suou muito a camisa do clube, marcando 101 gols com a estrela vermelha em seu peito esquerdo.
Como não poderia deixar de ser, o versátil e dinâmico futebol de Agnaldo foi estufar as redes de estádios por esse país continental, pois ele jogou no Clube Náutico Capibaribe, do Recife, Sampaio Correia, do Maranhão,  no América de Natal, na Caldense de Minas Gerais, no Rio Branco, do Acre, Asa de Arapiraca, Central de Caruarú,  Paraguaçuense de São Paulo e outras equipes.
Na Paraíba, ele também vestiu o uniforme do Campinense Clube, do Santa Cruz  e do Auto Esporte. Sua carreira foi coroada com duas passagens em equipes estrangeiras, com a camisa do Toledo, da Espanha, e com a camisa do Beveren da Bélgica.
Aos trinta e três anos, integrando a equipe alvirrubra do Auto Esporte, Agnaldo de Oliveira, o “artilheiro de Deus”, como foi apelidado pelo radialista Lulinha Rodrigues, encerrou a sua carreira dentro dos gramados, deixando saudade aos amantes do futebol.
Hoje, ele repassa todo esse conhecimento adquirido em vários times e cidades do mundo, aos iniciantes do futebol. Desde que pendurou as famosas chuteiras o nosso homenageado passou a trabalhar com escolinhas e categorias de base. Muitas promessas já passaram por suas mãos e orientações.
Uma característica marcante em nosso artilheiro é a forma de se comunicar e fazer amizades; todos os envolvidos em nosso futebol gostam e nutrem uma boa amizade por ele. Aliás, ele sempre recorda e agradece o apoio e incentivo do zagueiro e xerife “Deca”, de Ailton Brabo e do dirigente Carlos Rangel. Essas pessoas foram importantes no início de sua carreira. E por falar em amizade e carinho pelos amigos, Agnaldo recorda com saudade o convívio que ele teve com o seu melhor amigo no esporte, o ex- jogador e já falecido Roberto Oliveira.
Para nós, torcedores, cronistas e desportistas ficou a certeza que o centroavante Agnaldo Oliveira escreveu o seu nome com tintas perpétuas e douradas na brilhante história do futebol paraibano.

Francisco Di Lorenzo Serpa
Membro da API, UBE e APP
falserpa@oi.com.br  
Share on Google Plus

Inicio Joao Henrique

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador