Presidentes de clubes apoiam Amadeu Rodrigues e até sugere "Impeachment" do vice

Vários representantes de clubes profissionais e amadores compareceram na tarde desta quarta-feira (24) a sede da Federação Paraibana de Futebol para prestar solidariedade ao presidente Amadeu Rodrigues diante das acusações infundadas do vice-presidente Nosman Barreiro que o acusou, através de uma ação na justiça, de não vir prestando contas de sua administração, atitude imediatamente repudiada pelos clubes que já decidiram acioná-lo judicialmente por ter agido de má fé e falsificado assinaturas de presidentes de clubes e ligas.
A manifestação de apoio a Amadeu Rodrigues foi organizada pelo presidente do Spartax, José Francisco de Morais, que justificou a decisão de reunir os clubes nesse manifesto de solidariedade a um dirigente que, na sua ótica, vem so erguendo o futebol da Paraíba.
“Quando soube da atitude desse vice- presidente fiquei indignado como muitos aqui. O presidente sabe muito bem que não votei nele, mas a sua administração tem transformado o futebol paraibano e não achei justo acusar uma pessoa que tanto tem feito pelos clubes seja profissional ou amador. Tenho acompanhado todos os balanços contábeis e não vejo nenhum problema”, disse.
O presidente do Botafogo, José Freire, também usou a tribuna para expressar a sua indignação com a ação ajuizada pelo vice- presidente que, segundo ele, não tem respaldo algum dos clubes. “É contra o crescimento de nosso futebol que passou a ser respeitado em todo o Brasil. Estive na CBF e vi o quanto o presidente Amadeu briga por nossos interesses. Vivemos um novo tempo. Sinceramente não acreditava que fosse um exímio administrador. Me surpreendeu e logo eu que fui oposição”, pontuou.
O presidente do Força Comunitária, Ednaldo Barbosa, alertou para o perigo que representa esta ação sobre aqueles que supostamente assinaram o documento pelo fato de estar recorrendo a justiça comum e não a desportiva. “ Felizmente vimos a tempo essa aberração e cabe a nós procurar as medidas cabíveis para banir esse dirigente que não nos representa”, explicou.
O presidente do Auto Esporte, Watteau Rodrigues, sugeriu que fosse feito um processo de impeachment para afastar o vice-presidente que não representa nenhum filiado desta federação. “Ele quer antecipar a eleição. Isso tem cunho político e gente por trás desta ação. O Auto Esporte reconhece na atual gestão, que votou contra na eleição passada, como inovadora e digna dos maiores elogios, merecendo todo o apoio do clube”, justificou.
Representantes do Sport Campina; do Vera Cruz;  do Kashima; do Nacional de Pombal e do Sabugy também usaram da palavra para reconhecer a legitimidade da administração de Amadeu Rodrigues a frente da Federação Paraibana de Futebol, bem como o radialista Odemar Araújo, que expôs o seu ponto de vista favorável a atual gestão.
Sensibilizado com as manifestações de apoio, o presidente Amadeu Rodrigues se emocionou e não sabia que era tão querido pelos clubes em tão pouco tempo de administração, deixando claro a sua obstinação em fazer o melhor pelo futebol diante das dificuldades enfrentadas.
“O meu mandato tem prazo de validade. Não entrei aqui para me perpetuar e sim para fazer um trabalho em prol do soerguimento do futebol paraibano, buscando o fortalecimento dos clubes. Isso incomoda pessoas que não têm compromisso algum. Minha administração é transparente. As contas foram aprovadas e estão no site da CBF para quem quiser ver”.

Por Geraldo Varela FPF
Com Martir Esportes
Share on Google Plus

Inicio Joao Henrique

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

1 comentários:

  1. O futebol da Paraíba cresceu muito depois que Amadeu assumiu a FPF. Portanto, achei uma traição a atitude do vice presidente e tbm acho que a solução desse problema seria o impeachment deste Senhor.

    ResponderExcluir

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador