Campinense vence Sport no Amigão e abre boa vantagem para chegar as semifinais da Copa do Nordeste 2017

Com o estádio Amigão completamente lotado, em Campina Grande-PR, os mandantes bateram o Sport Recife por 3 a 1 e abriram boa vantagem nas quartas de final da competição. Domingo, a partir das 16 horas (horário de Brasília), as duas equipes repetem o confronto, dessa vez na Ilha do Retiro.
O rubro-negro avança se fizer 2 a 0, pois marcou um gol na casa do adversário. Em compensação, qualquer empate ou até mesmo a derrota por 1 a 0 coloca o Campinense na próxima fase.
Embalados por sua eufórica torcida, o time do Campinense não tomou conhecimento do Leão no primeiro tempo. Ney Franco, estreante no cargo, teve um problema de última hora.
Mena sentiu uma lesão na coxa e Mansur foi escalado de última hora na lateral esquerda. Por outro lado, Diego Souza começou como titular depois de servir a Seleção Brasileira.
Mas, quem conseguiu organizar melhor sua equipe foi Ney da Matta, que também estava fazendo seu primeiro jogo à frente do Campinense. Da forma que o técnico queria, seus comandados exercem muita pressão pra cima do Sport Recife.
Assim, depois de assustar Magrão pelo menos duas vezes, o Campinense abriu o placar aos 28 minutos. Magno arriscou de longe e Magrão foi traído por um desvio no meio do caminho.
No minuto seguinte, Reinaldo Alagoano acertou chute forte, o goleiro do Sport não segurou e Augusto não perdoou. Dois gols em dois minutos, o suficiente para levar os torcedores à loucura no Amigão.
O Intervalo chegou para alívio dos jogadores do Sport, que já não sabiam mais como suportar tanta pressão e volume de jogo. Mas a situação não mudou muito na etapa final. Logo aos cinco, Reinaldo Alagoano aproveitou vacilo da defesa rival e finalizou. A bola explodiu na trave.
Mas, com o tempo, era inevitável o ritmo do Campinense diminuir. E, aos poucos, o Sport foi, enfim, tentando chegar ao ataque. E em uma das poucas oportunidades de gol da equipe de Ney Franco, Juninho foi fatal. O jogador aproveitou a jogada de Rogério e só escorou para o fundo das redes.
O problema é que a empolgação com o gol, que poderia dar ao Sport um resultado inesperado depois de uma partida em que foi completamente dominado, não durou muito tempo. Aos 38, depois de muitos 'quases', Reinaldo Alagoano, outro estreante da noite, marcou seu gol, na base da raça e da disputa dentro da área.
Com o resultado de 3 a 1, o Campinense ficou muito perto da vaga às semifinais da Copa do Nordeste. Caso confirme esse favoritismo, o time paraibano vai se consolidar de vez como carrasco do Sport Recife, já que em 2013 (quartas de final) e ano passado (semifinal), o Leão pernambucano também acabou eliminado da Copa do Nordeste pelo rival desta quinta.


Fonte: Terra
Share on Google Plus

Inicio Joao Henrique

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador