Pivô do rebaixamento da Portuguesa em 2013 meia Heverton é detido com CNH falsa em GO e paga fiança de 12 salários mínimos

Foto: Futura Press
Após audiência de custódia realizada no início da noite desta quinta-feira, o meia Héverton pagou fiança de 12 salários mínimos (R$ 10.560) e foi solto em Anápolis, cidade a 55 km de Goiânia. O jogador havia sido detido pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) no fim da manhã, na BR-060, por dirigir com Carteira Nacional de Habilitação (CNH) adulterada. Além disso, o veículo do atleta, uma BMW 320i, estava com certificado vencido e mais de R$ 6 mil em multas. Ele vai responder por crime de uso de documento falso. A pena varia de dois a seis anos de prisão.
Pivô do rebaixamento da Portuguesa em 2013, Héverton Durães Coutinho Alves estava com a família e foi parado durante uma abordagem de rotina da PRF quando ia de Brasília para Caldas Novas, onde pretende passar o Réveillon. Em seguida, o atleta de 31 anos foi conduzido à sede da Polícia Federal (PF). Acompanhado do advogado, ele se apresentou como jogador de futebol e prestou depoimento ao delegado Luciano Dornellas, responsável pelo caso.
- Ele assumiu no interrogatório que pagou a quantia de R$ 1.250 para um despachante em São Paulo, de nome Alemão. Ele não sabe o contato do despachante e nem onde ele pode ser localizado, o que reforça a tese de falsidade documental - afirmou o delegado.
Segundo a polícia, a habilitação verdadeira de Héverton venceu em 2013. Já a validade da CNH falsa iria até 2018. No fim da tarde, o jogador foi levado à Justiça Federal para a audiência.
- Solicitamos a liberação sem fiança, o que foi negado. Depois a soltura foi concedida mediante pagamento de fiança de 12 salários mínimos e o compromisso de o Héverton se apresentar à Justiça regularmente a cada dois meses, em São Paulo. Ele se comprometeu a fazer isso - disse o advogado Gustavo Jorge.
Caso Héverton
Em 8 de dezembro de 2013, Héverton foi escalado de forma irregular contra o Grêmio, na última rodada do Brasileirão. O meia entrou em campo aos 32 minutos do segundo tempo mesmo estando suspenso. O caso foi parar no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). A Lusa foi punida com perda de pontos, sendo ultrapassada pelo Fluminense e rebaixada à Série B.
Em 2014, Héverton disputou a Série C pelo Paysandu. No ano seguinte, o meia chegou a dar uma pausa na carreira e só retornou em 2016 para defender o XV de Piracicaba. Contudo, participou de apenas três partidas durante o Campeonato Paulista, no início da temporada.

Por Globoesporte.com
Goiânia
Share on Google Plus

Inicio Joao Henrique

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador