SÉRIE C: Botafogo-PB e Boa empatam sem gols e decisão fica para o jogo de volta

A festa em João Pessoa (PB) começou cedo para os torcedores do Botafogo-PB. Uma multidão foi receber os times na porta do Estádio Almeidão . A equipe da casa foi ovacionada; o Boa Esporte muito vaiado. Em campo, no entanto, a história foi diferente, e após uma pressão enorme do Belo no início do jogo, os visitantes equilibraram as ações durante a partida. No fim, 0 a 0 no placar e a decisão fica aberta para o segundo jogo das quartas de final.
Na volta, um placar igual leva o jogo para os pênaltis; qualquer empate com gols favorece o Botafogo-PB, pelo critério de gols marcados fora de casa; uma vitória por qualquer placar garante a classificação da equipe vencedora para as semifinais e o sonhado acesso para a Série B do Campeonato Brasileiro. O jogo vai ser realizado no domingo (9), às 11h, no Estádio Melão, em Varginha (MG).
Pressão no início
O Belo começou a partida tentado se aproveitar do imenso apoio dado pelo torcida do Estádio Almeidão. A pressão nos primeiros 20 minutos foi intensa, com marcação alta, na saída de bola do Boa. O gol quase saiu logo aos 4 minutos, quando o goleiro Daniel falhou após cruzamento de Carlinhos. Leonardo, no entanto, apareceu bem para fazer o corte.
Equilíbrio
Aos poucos, o Boa Esporte foi se organizando, conseguiu também pressionar a saída de bola do Botafogo-PB e criar chances no ataque. Ainda no primeiro tempo, Fellipe Mateus e Tchô chegaram com perigo, mas os chutes saíram ao lado do gol de Michel Alves.
Daniel salva o Boa
Logo no início da etapa final, Pedro Castro quase tirou o zero do marcado. Ele recebeu na entrada da área e soltou a bomba, mas o goleiro Daniel apareceu muito bem para fazer grande defesa. A bola ainda explodiu no travessão antes de sair.
Gol anulado
Aos 12 do segundo tempo, Marcelo Xavier desviou cruzamento de cabeça e Carlinhos apareceu nas costas da zaga para completar para o fundo do gol do Boa. O auxiliar, no entanto, levantou a bandeira corretamente para anular a jogada.
Expulsão
O jogo seguiu lá e cá, com as duas equipes correndo muito e criando boas chances, mas aos 38 do segundo tempo, Djavan acertou o braço no rosto de Fellipe Mateus, e o juiz não teve dúvidas, aplicou o cartão vermelho direto. O jogador, que já estava suspenso para o jogo de volta por ter recebido o amarelo, fica de fora também da primeira partida das semifinais, caso o Belo avance na competição.
Susto nos acréscimos
Aos 48, Val levantou na área e Warley, que entrou no segundo tempo, desviou de cabeça. A torcida chegou a se levantar, mas a bola saiu mansa, devagar, ao lado do gol de Daniel, que só observou.

Por GloboEsporte.com/pb
João Pessoa, PB
Share on Google Plus

Inicio Joao Henrique

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador