Confira toda a agenda dos paratletas paraibanos nos Jogos do Rio 2016


A sexta-feira foi boa para os paraibanos na Paralimpíada do Rio de Janeiro. O futebol de cinco iniciou bem a caminhada rumo ao quarto ouro paralímpico e estreou com vitória por 3 a 1 em cima do Marrocos nesta manhã, na Arena do Centro Olímpico de Tênis. Damião Robson, Severino Silva, Marcos José e o goleiro Luan ajudaram a seleção a vencer a primeira partida na competição.
O destaque foi a atuação de Luan, que fechou o gol e não deixou que os marroquinos marcassem. Além dos quatro paraibanos em quadra, a equipe também é comandada pelo paraibano Fábio Vasconcelos.
No atletismo, ainda na manhã desta sexta-feira, o paraibano Ariosvaldo Parré conseguiu se classificar para a final dos 100m rasos da classe T53. Ele ainda conseguiu bater o recorde paralímpico da prova, com um tempo de 14s69. Mas a marca do atleta da Paraíba não durou muito, pois na bateria seguinte o canadense Brent Lakatos baixou para 14s43. A final dos 100m rasos aconteceu no turno da noite, mas ele acabou em quarto lugar, sem medalha.

Sábado – 10 de setembro
É a vez de Petrúcio Ferreira estrear na Paralimpíada do Rio de Janeiro. Ele vai disputar a prova classificatória dos 100m rasos da classe T47 – para atletas com amputações abaixo do cotovelo. Petrúcio é uma das esperanças de medalhas para o Brasil e tem grandes chances de passar para a final da competição, que acontece no domingo.
Vai ser também o dia do judoca William Silva de Araújo estrear na Paralimpíada do Rio, na Arena Carioca 3, no Parque Olímpico. O paraibano vai lutar contra o iraquiano Garrah Albdoor pela classificação para a semifinal da categoria acima de 100k da classe B1, para atletas totalmente cegos.
Domingo - 11 de setembro
Os paraibanos do goalball vão voltar a quadra neste domingo. Romarinho e Zé Roberto vão ajudar a seleção brasileira no jogo contra a Argélia, válido pela segunda rodada do torneio paralímpico. Os dois atletas estiveram na conquista da prata em Londres e, no Rio, o objetivo dos paraibanos e da equipe nacional é conseguir o ouro em casa.
Os paraibanos do futebol de cinco também vão voltar a campo neste domingo, às 16h. A seleção brasileira vai enfrentar o time da Turquia na segunda rodada da primeira fase da competição. A partida acontece no Centro Olímpico de Tênis, no Rio de Janeiro.
Já Petrúcio vai voltar as pistas do Estádio Engenhão, caso consiga se classificar para as finais da prova dos 100m da classe T47.
Segunda-feira – 12 de setembro
O paraibano Cícero Valdiran vai iniciar sua primeira participação numa Paralimpíada. Ele vai disputar o título do lançamento de dardo da classe F57, em que os atletas lançam o dardo sentados e amarrados a uma cadeira. O atleta paraibano tem grandes chances de ficar com uma medalha, já que é o segundo colocado no ranking mundial.
Petrúcio Ferreira pode voltar as pistas também nesta segunda-feira. Ele está cotado para participar do revezamento 4x100m da classe T11-13.
Terça-feira – 13 de setembro
Romarinho e Zé Roberto vão voltar a jogar novamente na Paralimpíada. A seleção brasileira vai enfrentar a seleção alemã na última rodada da primeira fase da competição. A partida vai acontecer na Arena do Futuro.
Luan, Damião Robson, Severino e Marcos José vão voltar a quadra do Centro Olímpico de Tênis para disputar a última rodada da fase classificatória do torneio de futebol de cinco. A seleção brasileira vai enfrentar o Irã, a partir das 9h.
Nesta terça-feira, acontece a final do revezamento 4x100m da classe T11-13. O paraibano Petrúcio Ferreira pode disputar a corrida.
Quarta-feira – 14 de setembro
Caso consiga passar da fase classificatória, o time masculino de goalball vai disputar as quartas de final nesta quarta-feira.
Quinta-feira – 15 de setembro
Caso o futebol de cinco brasileiro passe para as semifinais, vai decidir a vaga nesta quinta-feira, no Centro Olímpico de Tênis.
Romarinho e Zé Roberto podem voltar a quadra nesta quinta, se conseguirem ajudar a seleção brasileira de goalball a passar para as semifinais do torneio, na Arena do Futuro.
Sexta-feira – 16 de setembro
O paraibano Ronystony Silva vai cair na água pela primeira vez na competição, às 10h, no Estádio Aquático Olímpico. Ele vai disputar a classificatória do 50m costa da classe S4, para atletas com lesão na vértebra C8. Caso se classifique para a final, o paraibano vai voltar as piscinas às 18h23 no mesmo local.
Petrúcio vai voltar as pistas para as disputas dos 400m da classe T47. O paraibano vai disputar a classificatória da prova, às 10h30, no Estádio Engenhão.
Os paraibanos do goalball podem conquistar a inédita medalha de ouro na Paralimpíada nesta sexta-feira, caso confirmem o favoritismo e cheguem às final do torneio.
Sábado – 17 de setembro
Caso consiga se sair bem na fase classificatória dos 400m, o paraibano Petrúcio vai voltar as pistas para buscar a medalha de ouro na Paralimpíada.
Ronystony volta ao Estádio Aquático Olímpico neste sábado para disputar os 50m livre da classe S4. As medalhas vão ser decididas a partir das 18h28.
Se chegar as finais do torneio de futebol de cinco, o Brasil vai decidir o ouro neste sábado. O Brasil vai atrás da sua quarta medalha de ouro em paralimpíadas.

Por GloboEsporte.com
João Pessoa
Share on Google Plus

Inicio Joao Henrique

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador