15 anos após acidente, Zanardi é ouro no mesmo lugar onde brilhou pela 1ª vez na Indy

Foi em março de 1996 que Alessandro Zanardi conquistou sua primeira pole position na Formula Indy, no Rio de Janeiro. Duas décadas depois, o italiano volta a brilhar em solo carioca, faturando medalha de ouro nos Jogos Paralímpicos de 2016.
Apaixonado pela velocidade, Zanardi foi o mais rápido no contrarrelógio masculino H5 na manhã desta quarta-feira, na primeira de três provas do ciclismo de estrada que competirá na Rio 2016. Seu tempo foi de 28mins36s81, 2s74 a frente do segundo colocado, o australiano Stuart Tripp (28mins39s55).
Menos de 15 km separam os dois feitos de Zanardi no Brasil. Há 20 anos, o italiano foi pole no antigo autódromo de Jacarepaguá, justamente onde hoje é o Parque Olímpico da Barra. A medalha no ciclismo, sua quarta em Jogos Paralímpicos, veio na praia do Pontal.
"Ayrton Senna sempre foi meu ídolo", disse, após a prova. "Tenho uma ótima lembrança do Brasil, onde há 20 anos ganhei minha primeira pole."
"É um lugar que sempre amei, mas nunca ganhei. Quando fiquei sabendo que o Parque Olímpico seria construído no mesmo lugar onde era o antigo circuito, pensei: uau, um dos lugares que mais amo e nunca ganhei", revelou.
"É fantástico. Aproveito a oportunidade para mandar um abraço a todos meus amigos da Indy, tenho saudades. Espero visitá-los logo pra mostrar minha medalha", disse o italiano.
Zanardi, piloto profissional entre 1982 e 2001, teve as duas pernas amputadas após um grave acidente no circuito de Lausitz, na Alemanha, que completará exatos 15 anos nesta quinta.
"Fui reanimado sete vezes, fiquei sem sangue. De acordo com a ciência, eu não tinha nenhuma chance de sobreviver, mas aqui estou", relembrou ele, em entrevista coletiva no último domingo.
Em 2016, o "aqui" de Zanardi é o Rio, palco da pole em 1996, em feito que deu início ao uma grande temporada para o italiano. Era seu ano de estreia na Indy, então mais conhecida como CART, e apenas sua segunda corrida - na nona, faturou a primeira vitória, em Portland, Estados Unidos.
Zanardi acabaria sendo bicampeão da categoria e, antes disso, já havia corrido na Fórmula 1, categoria na qual fez 45 aparições e estreou em 1993, pela Lotus - foi nesse ano que também escapou da morte em um grave acidente, na Bélgica, que o afastou das pistas por nove meses.
O italiano conheceu o para-ciclismo através do suíço Clay Regazzoni, também ex-piloto de Fórmula 1 e sobrevivente de um grave acidente. Foi convidado a competir com uma bicicleta de mão pela primeira vez em 2007, na Maratona de Nova York.
Hoje, tem quatro medalhas paralímpicas, depois de também ter faturado dois ouros (corrida de estrada e contrarrelógio H4) e uma prata (revezamento) em Londres 2012, sua estreia nos Jogos. No Rio, ainda compete nas duas provas em que subiu ao pódio há quatro anos nos próximos dias.

ESPN
Share on Google Plus

Inicio Joao Henrique

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador