Justiça determina leilão do PV para o próximo dia 31 e Treze faz reunião de emergência nesta sexta


A 13ª vara do Tribunal Regional do Trabalho determinou que o Estádio Presidente Vargas, pertencente ao Treze, seja levado a leilão no próximo dia 31 de agosto. O motivo seriam dívidas trabalhistas antigas do clube com jogadores e ex-funcionários. Pega de surpresa com a decisão do judiciário, a diretoria do Galo agendou para a manhã desta sexta-feira uma reunião emergencial para tentar sanar o problema. O estádio está avaliado em R$ 30 milhões.
O encontro dos dirigentes galistas vai ocorrer em João Pessoa e contará com nomes como o do ex-presidente e atual diretor de futebol, Fábio Azevedo, o atual presidente Petrônio Gadelha e o advogado do clube, George Ramalho. Na pauta, os dirigentes vão buscar ficar inteirados do problema e traçar medidas para evitar que o estádio seja realmente leiloado.
Vale lembrar que esta não é a a primeira vez que o PV fica próximo de ir a leilão. Em 2013, o clube passou pela mesma situação por conta de dívidas com a União. Na ocasião, os diretores do Alvinegro conseguiram contornar a situação e o estádio continuou em posse do time paraibano.
Como se não bastasse a iminência do leilão do Estádio Presidente Vargas, o Treze ainda tem outros graves problemas financeiros para resolver. Mesmo com o departamento de futebol fechado, o clube tem uma despesa mensal de R$ 40 mil e enfrenta dificuldades para quitar estas responsabilidades. Os funcionários não recebem seus salários há três meses e, recentemente, o Alvinegro foi condenado a pagar mais de R$ 500 mil ao lateral-direito, Ramon Zanardi, por descumprir leis de ações trabalhistas.
Temporada para ser esquecida
De fato a temporada do Treze é para ser esquecida. Além dos problemas extracampo, dentro das quatro linhas o time pouco rendeu. No futebol profissional, o Galo  terminou num vexatório sexto lugar no Campeonato Paraibano e sequer ficou uma das vagas destinas para o estado na Série D deste ano e do próximo.
Já nas categorias de base, o Alvinegro foi eliminado, ainda nas quartas de final, pelo modesto Lucena no Campeonato Paraibano sub-19 e perdeu a oportunidade de representar o Estado na Copa São Paulo de Futebol Júnior, disputada em janeiro do ano que vem.
Em 2017, o Treze terá que conviver novamente com um calendário enxuto. Disputando apenas o Campeonato Paraibano, a equipe vai precisar ser campeã, ou vice do Botafogo-PB para garantir uma vaga na Série D do Campeonato Brasileiro de 2018.

Por GloboEsporte.com
Campina Grande
Share on Google Plus

Inicio Joao Henrique

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador