Por R$ 1 milhão atrasado na negociação do ídolo Martin Silva, empresa vai à Justiça contra o Vasco



A AT 2000 Sociedad Anônima, empresa que detém os direitos da imagem do goleiro Martin Silva, titular e ídolo do Vasco, ingressou na Justiça contra clube cruzmaltino cobrando R$ 1 milhão atrasados, segundo apuração do ESPN.com.br.
A companhia tem sede no Paraguai, onde o jogador atuou por dois anos e meio com a camisa do Olímpia, e também possui um escritório de advocacia que a representa no Rio de Janeiro, lar atual do atleta nascido em Montevidéu, Uruguai.
A AT 2000, que tem como presidente Marcelo Recanate, ex-presidente do Olimpia, assinou com o Vasco, em 6 de janeiro de 2014, um contrato de licenciamento de uso do nome, apelido desportivo, imagem de personalidade e direito autoral cedidos pelo goleiro uruguaio.
No acordo, ficou estabelecido o pagamento de US$ 375 mil em seis parcelas, sendo a primeira com vencimento em 25 de janeiro de 2014 e a última em 25 de junho do mesmo ano, mas só uma foi quitada.
Assim, a AT 2000 exige o pagamento das cinco parcelas restantes de US$ 62,5 mil, o que totalizam exatos R$941.996,97.
A sociedade informou à Justiça que notificou o Vasco em 23 de março do ano passado para tentar de forma amigável a quitação do débito, só que o time cruzmaltino ignorou a solicitação.
Segundo a empresa, foram feitas "inúmeras tentativas de tratativas para que o Vasco efetivasse o pagamento, no entanto, sem alcançar êxito, bem como ser o atleta um dos mais prestigiados do elenco, sendo, inclusive, convocado regularmente para a seleção uruguaia, o que demonstra a importância de sua imagem para o clube".
A ação foi aberta no dia 18 de maio deste ano e corre nos tribunais do Rio de Janeiro. O Vasco ainda não foi citado.
Em março, Martin Silva completou 100 jogos com a camisa cruzmaltina. No mesmo mês, ele renovou seu contrato até dezembro de 2019.
O uruguaio chegou ao clube no início de 2014, depois do rebaixamento da equipe para a Série B. Apesar de conseguir o acesso, o camisa 1 participou da terceira queda da equipe, em 2015. Mesmo assim, é uma das referências do elenco.
A ESPN procurou o vice-jurídico do Vasco, Paulo Reis, para ouvir o clube sobre o imbróglio.
"O lado do Vasco é que, quando tiver que fazer a defesa, vamos analisar e defender da forma que for preciso", disse Reis.
A reportagem procurou a assessoria de imprensa do Vasco para tentar ouvir o lado do goleiro sobre o caso, mas foi avisada que o atleta estava no Recife concentrado para o jogo contra o Santa Cruz, pela Copa do Brasil.
Martin Silva foi titular na vitória por 3 a 2 que garantiu o Vasco na próxima fase da competição.
Posteriormente, via Twitter, o goleiro escreveu: "Queria dizer que nunca entrei na Justiça contra o Vasco da Gama".
NOTA DA REDAÇÃO: Inicialmente, a reportagem manchetou que o próprio Martín Silva havia entrado na Justiça contra o Vasco, mas o texto explicava que a autora da ação é a AT 2000, detentora da imagem do atleta. A manchete foi atualizada e o texto mantido.

ESPN
Share on Google Plus

Inicio Joao Henrique

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador