Técnico Paulo Moroni deixa o Parnahyba na Série D e anuncia acerto com o Campinense

Foto: Josiel Martins
O técnico Paulo Moroni encerrou sua passagem pelo Parnahyba antes mesmo do fim do contrato - que ia até o fim da disputa da Série D do Campeonato Brasileiro. O treinador gaúcho acertou sua transferência para o Campinense, da Paraíba, e revelou, nesta terça, o acordo definitivo com a Raposa. A diretoria do clube do Piauí confirmou a informação e adiantou estar interessada em Pedro Manta. De todo modo, a apresentação oficial de Moroni ao novo clube está prevista para quarta-feira, em Campina Grande.
- Fechamos ontem, no fim da tarde, e vai ser uma oportunidade profissional muito boa. Conversei com a diretoria do Parnahyba e expliquei a situação. É por crescimento profissional. A diretoria aqui foi compreensível neste sentido – explicou .
Bicampeão estadual, o Campinense demitiu o técnico Francisco Diá após o mau início de Série D. Embora o ex-treinador tenha declarado adeus "de forma amigável", uma desavença com o gerente de futebol Luciano Mancha teria ajudado a encurtar a permanência dele no clube. A Raposa é lanterna do Grupo A9, com um ponto conquistado em dois jogos, e o Fluminense de Feira de Santana é líder com quatro. Moroni assume o cargo com a missão de tirar, inicialmente, o Campinense da incômoda situação na tabela no Campeonato Brasileiro.
No comando do Parnahyba, que também disputa o torneio, o treinador esteve presente na vitória sobre o CSA por 2 a 1, em casa, na estreia do Grupo A6 e perdeu por 1 a 0 para o Central, no domingo, em Caruaru. Com o Tubarão, o ex-zagueiro foi bicampeão piauiense no ano do centenário do clube piauiense. No estadual deste ano, Moroni e o Parnahyba foram eliminados na semifinal do returno para o River-PI.
- Quando eu vim para o segundo turno do estadual deste ano, houve uma melhora. Se não houvesse aquele erro do TJD-PI (não puniu o Altos no caso Paulo Roberto), teríamos a vaga na Copa do Brasil, Copa do Nordeste e talvez título. Foi bastante produtivo - recordou Moroni ao arrumar as malas com destino a Paraíba.
Nascido em Santa Rosa, no Rio Grande do Sul, Paulo Ricardo Moroni tem 55 anos e foi revelado zagueiro no Internacional-SM e ganhou notoriedade nacional na década de 80 ao defender o Vasco. Moroni começou a carreira de técnico, em 1999, e acumula passagens por ABC, River-PI, Treze-PB, América-RN, Botafogo-PB e Confiança.

Por GloboEsporte.com
Teresina
Share on Google Plus

Inicio Joao Henrique

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador