Julgamento nesta sexta, na Suíça, começa a definir futuro de Jobson

Afastado há quase dez meses do futebol, a carreira de Jobson começará a ser decidida nesta sexta-feira. Em Lausanne, na Suíça, o atacante será julgado pela Corte Arbitral do Esporte (CAS) pelo fato de ter se recusado a realizar um exame antidoping na Arábia Saudita, em 2014, quando ele defendia o Al Ittihad.
Jobson não vai acompanhar o julgamento na Suíça e será representado por dois advogados, na ação contra a Fifa.  No tribunal estarão os chefes dos departamentos médico e disciplinar da Fifa, além de um advogado externo contratado pela entidade para tratar especificamente deste caso. O resultado demora alguns dias e não será conhecido nesta sexta-feira. Essa é a última instância. 
Jobson foi acusado pelo Al Ittihad de se recusar a fazer exame antidoping. Posteriormente a Fifa deu validade mundial à pena que de início foi imposta pela Federação Saudita de Futebol.
A suspensão aconteceu em abril do ano passado, três dias antes do primeiro jogo da decisão do Campeonato Carioca, contra o Vasco. O Botafogo sempre esteve próximo ao caso, com suporte financeiro, mas recentemente mudou sua postura. Na semana passada, o presidente Carlos Eduardo Pereira afirmou que o clube não está mais interessado no julgamento. 
- O Botafogo não tem mais nada a ver com este caso – disse o dirigente.
Prestes a completar 28 anos, Jobson conta com a absolvição para retomar a carreira de jogador. Caso a punição seja mantida, o atacante só poderia retornar aos gramados em 2019, aos 31 anos.

Por Globoesporte.com
Rio de Janeiro
Share on Google Plus

Inicio Esporte do Vale

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve após ser analisado pelo administrador